Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/08/19 às 9h42 - Atualizado em 26/08/19 às 9h56

Secretaria de Saúde operou 143 pacientes com catarata em uma semana

COMPARTILHAR

Cirurgias foram feitas pelas clínicas particulares conveniadas com a pasta

 

Em apenas uma semana, 143 pacientes foram beneficiados com cirurgias de catarata nas clínicas particulares de Oftalmologia conveniadas com a Secretaria de Saúde. Os procedimentos começaram no dia 16 de agosto, para dar celeridade ao atendimento de pessoas que esperavam há mais de dois anos na fila.

 

“Em condições normais, a Secretaria de Saúde atenderia em torno de 20 a 25 pessoas por semana. Fazer cirurgias em 143 em apenas uma semana dá em torno de seis vezes mais. Além disso, alguns desses pacientes foram operados nos dois olhos ao invés de em um só”, afirmou a referência técnica distrital (RTD) de Oftalmologia, Núbia Vanessa Lima.

 

Segundo a especialista, a celeridade no atendimento é importante para muitos deles, pois possuem doenças como diabetes, que pode agravar problemas na visão com o passar do tempo.

 

“O atendimento célere nas clínicas beneficia esses pacientes com patologias, melhorando a qualidade visual deles. Alguns já tinham uma diminuição parcial da visão, então, quanto antes fizerem a operação, melhor vai ser. Sem contar que são cirurgias com qualidade técnica”, ressaltou Núbia.

 

Inicialmente, 1,6 mil vagas foram disponibilizadas, o que corresponde a 400 pacientes destinados a cada uma das quatro clínicas que oferecem o serviço por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O convênio foi firmado com os estabelecimentos Oftalmed, CBV, Hospital de Olhos do Gama e Clínica de Olhos João Eugênio. A validade do contrato é de um ano, prorrogável por até cinco anos.

 

REDE – No primeiro semestre deste ano, o Hospital Regional de Taguatinga (HRT) realizou cerca de 600 cirurgias de catarata. No mesmo período de 2018, foram 400. O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) também faz o procedimento.

 

O encaminhamento para as cirurgias é feito pela Central de Regulação da Secretaria de Saúde a uma das clínicas conveniadas. Atualmente, a fila conta com, aproximadamente, 2,5 mil pessoas aguardando pela operação de catarata.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF