Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/09/16 às 11h32 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Secretaria de Saúde realiza série de eventos em comemoração ao Dia do Idoso

COMPARTILHAR

Objetivo é estimular comportamentos que promovam envelhecimento saudável

BRASÍLIA (28/09/16) – Nas últimas décadas o processo de envelhecimento da população brasileira tem se acelerado de forma intensa. Hoje, a faixa etária com mais de 60 anos no Brasil já é superior a 20 milhões de pessoas e as estimativas oficiais indicam que nos próximos vinte anos esse número pode triplicar. Para conscientizar a sociedade sobre a extensão e as consequências desse importante fenômeno demográfico, os profissionais da Secretaria de Saúde do DF dedicados ao segmento estão realizando uma série de eventos comemorativos ao Dia do Idoso, 1º de outubro, entre palestras, encontros e atividades coletivas de valorização desse público.

No dia 27 de setembro, a Gerência do Serviço de Atenção Domiciliar da Região de Saúde Centro Norte do DF, promoveu na Casa do Ceará, em parceria com a instituição, comemoração reunindo familiares, cuidadores e pacientes do Programa de Internação Domiciliar abrigados naquela entidade. A programação incluiu atividades de dança, confraternização com lanche, bingo, apresentação musical do Grupo de Idosos do Lar Bezerra de Menezes e a instalação de “espaço da beleza”, com maquiagem e fotografia.

Em 4 de outubro, no auditório central da Universidade Católica de Brasília (Campus Taguatinga), das 13h às 16h30, cerca de 400 usuários que frequentam os mais de 40 Centros de Convivência do Idoso distribuídos em todo o Distrito Federal participarão de um workshop com palestrantes de reconhecida expressão no setor, também ao lado de familiares, cuidadores e profissionais de saúde, para adquirir conhecimentos e debater sobre as particularidades dessa importante fase da vida.

No dia 6 de outubro, o Centro de Saúde 11, na 905 norte, receberá, das 7h30 às 11h30, um grupo de idosos para a realização de práticas integrativas e atividades físicas pelo circuito multissensorial – técnica de exercícios em 10 etapas com a função de promover o fortalecimento muscular, equilíbrio e a percepção do próprio corpo no espaço, fundamental para evitar quedas, manter a agilidade, autonomia e independência nessa etapa da vida.

“Inclusive, nesse centro de saúde temos um grupo de orientação para instruir sobre o uso correto dos equipamentos urbanos para exercícios físicos, pois existe no local uma Praça de Esporte e Cultura (PEC) e nem sempre eles são usados adequadamente pelos idosos e, não raro, provocam lesões que poderiam ser evitadas com a utilização correta. Pretendemos, também, produzir um folder de orientação para distribuição nas PECs do Distrito Federal, informa Angela Maria Sacramento, terapeuta ocupacional da Gerência de Ciclos de Vidas – Saúde do Idoso.

Com as atividades promovidas pela Secretaria de Saúde em comemoração ao Dia Mundial do Idoso, os profissionais de saúde do setor pretendem estimular a reflexão sobre o processo de envelhecimento, que deve começar com ações de prevenção e promoção à saúde desde a fase da juventude. Com esses fundamentos, poderão ser evitados prognósticos sombrios sobre a saúde coletiva, cujos indicadores apontam que, em 30 anos, um em cada três idosos sofrerá algum tipo de demência.

“Devemos fomentar o desenvolvimento da vida de modo ativo, para que o idoso não fique confinado em casa, ocioso e isolado, sem elaborar metas e projetos futuros. O envelhecimento saudável se constrói de forma ativa, desde a infância, com alimentação adequada, atividades físicas e dedicação ao trabalho. A partir do período de aposentadoria, devemos cuidar da manutenção das atividades sociais, de lazer e do processo cognitivo, ou seja, da nossa capacidade em adquirir permanentemente conhecimentos”, pondera Ângela Sacramento.