Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/04/18 às 16h05 - Atualizado em 13/04/18 às 17h38

Secretaria realiza quarta edição do Papo de Saúde

COMPARTILHAR

 

Secretário Humberto Fonseca (ao centro) ouve proposta de servidora. Foto: Matheus Oliveira

 

 

Com oito ideias selecionadas, a quarta edição do Papo de Saúde foi realizada, nesta sexta-feira (13), na Secretaria de Saúde.

 

Conforme a proposta do projeto, que é aproximar os servidores da gestão central, os participantes foram recebidos para apresentar suas propostas, que envolvem melhoria dos serviços, pelo secretário de Saúde, Humberto Fonseca, e os secretários adjuntos de Assistência à Saúde, Daniel Seabra, e de Gestão em Saúde, André Paixão.

 

“Estamos dando continuidade ao Papo de Saúde, porque acreditamos que é muito importante manter o contato com o servidor. Sempre recebemos boas ideias e, desta vez, houve propostas de construção de protocolos para organizar o funcionamento dos serviços, o que é excelente para a gestão”, avaliou Fonseca.

 

Sobre criação de protocolos, ferramentas que estabelecem modelos de trabalho que devem ser desenvolvidos por um setor específico, as ideias foram destinadas às áreas de nutrição e saúde funcional.

 

“Construí um protocolo para que os pacientes internados sejam classificados e atendidos de acordo com o risco nutricional estabelecido. Proponho a padronização dos procedimentos visando direcionar o tratamento de acordo com a necessidade e de forma a orientar melhor as ações que devem ser desenvolvidas pelos profissionais dessa área”, disse a servidora e nutricionista, Laís da Silva.

 

A fisioterapeuta Gilmara Hussey apresentou duas sugestões. A primeira foi a criação de uma planilha para facilitar a folha de ponto dos servidores. A segunda, um modelo de classificação de prioridade para Saúde Funcional, área que envolve fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos.

 

“É possível criar um protocolo que aponte como deve ser feita a assistência aos pacientes. Na área de fisioterapia, por exemplo, é possível separá-los em três grupos, para definir como deve ser o atendimento. Alguns precisam apenas de orientação, enquanto outros precisam de fisioterapia mais intensa. Com isso, podemos otimizar os recursos humanos e assistir aos pacientes de acordo com sua classificação”, ressaltou.

 

Já a fisioterapeuta Michelle de Campos Soares, do Hospital Materno Infantil, sugeriu a criação de um ambulatório multiprofissional pediátrico. “Muitas crianças têm episódios repetidos de internação devido a um mesmo problema. A ideia seria acompanhá-las após a resolução dos quadros agudos para evitar o retorno ao hospital”, disse.

 

Também foram apresentadas ideias sobre um sistema de informação de não conformidade para que os servidores informem possível problemas como falta de material; a criação de um centro de informações de serviços aos usuários e a ampliação do espaço de descrição da ideia no formulário de apresentação das propostas.

 

ENTENDA – O Papo de Saúde oferece aos servidores um espaço para oferecer sugestões para a melhoria dos processos. As ideias não precisam ser necessariamente na própria área de trabalho do servidor. Podem tanto estar relacionadas ao atendimento de saúde ao usuário ou a processos internos da secretaria.

 

Os interessados em participar podem enviar suas contribuições por meio do hotsite www.papodesaude.saude.df.gov.br, onde encontrarão um formulário no qual poderão lançar suas ideias.

 

É importante lembrar que não se trata de um espaço para reclamações ou para tirar dúvidas. Para isso, já existe a Ouvidoria da Secretaria de Saúde.

 

As sugestões apresentadas passarão por uma triagem e, a cada 15 dias, os autores serão convidados para fazer a defesa da proposta ao próprio secretário de Saúde.

 

Analisada a viabilidade da ideia, ela poderá ser implementada.

 

 

TEXTO: Ailane Silva

 

 

 

Secretaria realiza quarta edição do Papo de Saúde