Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/01/20 às 9h31 - Atualizado em 31/01/20 às 15h50

Seleção de 600 agentes para combater a dengue começa nesta sexta (31)

COMPARTILHAR

Salário é de até R$ 2 mil, com R$ 394,50 de auxílio-alimentação

 

As inscrições para quem pretende concorrer a uma das 600 vagas temporárias de agente comunitário de saúde e de agente de vigilância ambiental da Secretaria de Saúde começam às 9h desta sexta-feira (31) e vão até domingo (2). O edital foi publicado em edição extra do Diário Oficial desta quinta-feira (30).

 

Qualquer pessoa que tenha nível médio poderá participar do processo seletivo, que conta com análise de currículo, em primeira fase, e perícia médica com os candidatos selecionados, com caráter eliminatório. Ter cursos na área de saúde e ter sido voluntário em atividades de saúde e educação contam pontos na classificação.

 

Os interessados devem entrar no site www.igesdf.org.br, no qual farão a inscrição e poderão anexar o currículo e documentos que comprovem as atividades que poderão elevar a sua pontuação. São esperadas cerca de 50 mil inscrições.

 

“A análise dos currículos e a seleção ficarão a cargo do Iges-DF. Depois de escolhidos os candidatos, a Secretaria de Saúde fará a perícia médica e o curso de formação inicial para certificar que os candidatos estão aptos para exercer as atividades”, diz a diretora de Planejamento, Monitoramento e Avaliação do Trabalho da Secretaria de Saúde, Marineusa Bueno.

 

A previsão é que o resultado preliminar do processo seletivo seja divulgado em 20 de fevereiro. O contrato com os selecionados será de seis meses. “Este tipo de contratação é justificável em razão do Decreto 40.416, publicado em 24 de janeiro deste ano”, frisa Marineusa. O decreto declara situação de emergência em razão do risco de epidemia por doenças transmitidas pelo Aedes.

 

ATIVIDADE – Estão sendo oferecidas 300 vagas para agente comunitário de saúde e outras 300 para agente de vigilância ambiental, que atuarão em atividade externa, com visitas domiciliares, em todo o Distrito Federal. O foco principal é a prevenção e combate ao Aedes aegypti.

 

Quem pretende concorrer a uma vaga deve estar ciente de que precisará caminhar longas distâncias durante as atividades de campo, realizar visitas domiciliares, cadastro de famílias e ações educativas individuais e coletivas nos domicílios e na comunidade, tudo isso expostos às condições climáticas do período.

 

O salário para os agentes comunitários em saúde será de R$ 1,7 mil, mais auxílio alimentação de R$ 394,50 e auxílio transporte. Para os agentes de vigilância ambiental,o salário é de R$ 2 mil, com auxilio alimentação e transporte.  O contrato é temporário, com duração de seis meses.

 

Da Agência Saúde