Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/08/19 às 15h02 - Atualizado em 15/08/19 às 12h41

Servidores da Saúde iniciam curso de Libras básico

COMPARTILHAR

Objetivo é formar multiplicadores e manter pelo menos um profissional fluente na linguagem de sinais em cada unidade

 

A partir desta terça-feira (13), 30 servidores da Secretaria de Saúde iniciam um curso de Libras básico, oferecido na Escola de Governo. As aulas acontecem às terças e quintas-feiras e vão até 17 de outubro. O objetivo é oferecer formação aos servidores para atender o disposto na Lei nº 6.300/2019, que assegura a disponibilização de profissional apto a se comunicar na Língua Brasileira de Sinais nos órgãos da rede pública de saúde do DF.

 

Para o gerente de Educação da Subsecretaria de Gestão de Pessoas, Ysday Custódio, com a capacitação será possível colocar pelo menos um profissional em cada estabelecimento de saúde apto a se comunicar em Libras.

 

Segundo a diretora de Desenvolvimento de Pessoas, Diluana Oliveira, o objetivo da capacitação é proporcionar um atendimento humanizado e eficiente aos usuários surdos que procuram, diariamente, os serviços de saúde. “A ideia é que esses aprendizes sejam futuros multiplicadores e, assim, possamos formar uma corrente do bem, para termos esse atendimento em todas as unidades de saúde”, completa.

 

Instrutora do curso, Alyne Pacífico ressalta que o material utilizado é acessível, contendo apostilas, vídeos e provas, com aulas práticas, para que os alunos alcancem a fluência em libras, simulando situações do dia a dia de uma unidade de saúde.

 

“Fiz uma pesquisa para o meu mestrado, em 2016, quando entrevistei surdos sinalizantes em Libras e 100% dos entrevistados relataram que o maior problema em relação à falta de acessibilidade estava na área da saúde. Eles dependiam de parentes ou interpretes para ir ao médico, em consultas ou emergências. Por isso, esta capacitação é tão importante”, frisa.

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Foto: Divulgação/Saúde-DF