gototop

Hospital de Base do DF

Hospital de Base do DF

  • Coordenador Geral: Julival Fagundes Ribeiro
  • Diretora de  Atenção a Saúde: Janaina Ramos de Miranda
  • Diretor Administrativo: Aurilene Pedrosa 
  • Endereço: SMHS - Área Especial - Q. 101 - Brasília - DF
  • CEP: 70.330-150
  • Telefone: 3315-1200
  • Ouvidoria: 160

 

Breve Histórico

  • Em 1957 com a criação da Nova Capital, foi planejado, organicamente, o sistema de saúde de Brasília. A assistência médica seria oferecida por um Hospital de Base, Hospitais Distritais, Hospitais Rurais, Unidades Satélites e Colônia Hospitalar. O Hospital Distrital objetivava dispensar assistência de rotina médica, cirúrgica e obstétrica, além de incorporar atividades de emergência, serviços de ambulatório e medicina preventiva. O Hospital Distrital seria o fulcro do sistema, pois nele estariam concentradas todas as especialidades e equipamentos de alta precisão, facilitando, pela concentração de especialistas e respectivos meios, uma assistência de alto padrão.
  • Com essa visão, inaugura-se, em 12 de setembro de 1960, o Primeiro Hospital Distrital de Brasília-HDB.
  • Com o excelente serviço prestado, tornou-se centro de referência para as Regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, quer em atendimento médico quer em ensino. Recebeu, nesse mesmo ano, sua primeira turma de médicos residentes oriundos de vários estados do Brasil.
  • Em 1976, o HDB assume o papel de Hospital de Base previsto no plano original, fruto do atendimento especializado e de qualidade que prestava à população, passando a denominar-se Hospital de Base do Distrito Federal Em 1978, implanta-se a proposta de hierarquização da atenção a saúde em vigor até hoje. O HBDF passa a atender patologias de alta complexidade (Terciárias); os Hospitais, agora Regionais e não mais Rurais, patologias de média complexidade (Secundárias), e os Centros de Saúde, criados a partir dessa proposta, seriam responsáveis pela atenção primária.
  • Hoje, o HBDF atende toda a população do DF, entorno e estados circunvizinhos para procedimentos de alta complexidade. Recebe anualmente egressos de cursos de medicina pleiteando vagas nos Programas de Residência Médica bem como estudantes solicitando campo de estágio para internato médico. Atende, como campo de estágio, vários convênios da Secretaria de Saúde com Instituições de Ensino Superior e Médio recebendo em suas dependências estudantes de cursos de enfermagem, nutrição, fisioterapia, odontologia dentre outros.  

Especialidades do Ambulatório

  • Alergia
  • Broncoesofagologia
  • Cardiologia
  • Cirurgia Bucomaxilofacial
  • Cirurgia Cardíaca
  • Cirurgia de Cabeça e Pescoço
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Oncológica
  • Cirurgia Toráxica
  • Cirurgia Vascular
  • Clínica da Dor Crônica
  • Clínica Médica
  • Endocrinologia
  • Fonoaudiologia
  • Gastroenterologia
  • Genética
  • Ginecologia Oncológica
  • Hematologia
  • Infectologia
  • Mastologia
  • Medicina tropical
  • Neurologia
  • Neurocirurgia
  • Nefrologia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia & Traumatologia
  • Otorrinolaringologia
  • Oncologia Clínica
  • Psicologia
  • Pneumologia
  • Psiquiatria
  • Proctologia
  • Quimioterapia
  • Radioterapia
  • Reumatologia
  • Urologia
  • Medicina Física & Reabilitação (Acupuntura; Fisioterapia; Fitoterapia; Terapia Ocupacional)

Emergência

  • Cardiologia
  • Cirurgia Bucomaxilofacial
  • Cirurgia Cardíaca
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Pediátrica
  • Cirurgia Vascular
  • Neurocirurgia
  • Neurologia
  • Otorrinolaringologia
  • Oftalmologia
  • Ortopedia & Traumatologia
  • Urologia

Clínica de Internação

  • 2º andar: Cardiologia – 3315-1435
  • 3º andar: Neurologia/ Cirurgia Vascular e Oftalmologia – 3315-1412/ 3315-1409
  • 4º andar: Cirurgia Geral – 3315-1436/ 3315-1432
  • 5º andar: Mastologia/ Otorrinolaringologia/ Ginecologia Oncológica – 3315-1455/ 3315-1409/ 3315-1424
  • 6º andar: Cirurgia Pediátrica – 3315-1456
  • 7º andar: Pediatria – 3315-1457
  • 8º andar: Clinica Médica/ Pneumologia – 3315-1459
  • 9º andar: Clínica Médica – 3315-1021
  • 10º andar: Ortopedia – 3315-1460
  • 11º andar: Urologia/ Nefrologia – 3315-1033

Horários de Visita

  • Pronto Socorro – 14 hs às 17 hs
  • Neurocirurgia e Cirurgia Pediátrica – 11 hs às 17 hs
  • UTI e Semi-intensiva – 16 hs às 17 hs
  • Psiquiatria – 15 hs às 16 hs
  • Enfermaria – 11 hs às 17 hs
  • A troca de acompanhantes é realizada das 7 hs às 9 hs e das 19 hs às 21 hs

Marcação de Consulta

  • As  marcações de consultas no HBDF são feitas pelos Hospitais Regionais , Centros de Saúde ou equipes do Programa Saúde da Família.
  • O paciente deverá se dirigir, inicialmente, a um dos Centros de Saúde próximos à sua residência ou local de trabalho.
  • Telefone:  3315-1373/ 1692

Núcleo de Serviço Social do HBDF

  • Secretaria de Estado de Saúde do Distrito federal
  • Hospital de Base do Distrito Federal
  • Gerência de Serviços Assistenciais
  • Núcleo de Serviço Social

Importância do Assistente Social no Serviço de Radioterapia

  • Missão: Prestar ações de Serviço Social aos pacientes em tratamento especializado no HBDF, em consonância com os princípios e diretrizes do SUS, contribuindo para a viabilização do acesso às políticas sociais e institucionais, reduzindo e ou minimizando os agravos decorrentes das condições de saúde.
  • O câncer é uma patologia que traz historicamente diversas implicações para o portador desta enfermidade. Essas implicações muitas vezes se traduzem  nas limitações quanto ao  acesso a informação, as condições sócio-econômicas para arcar com o tratamento, a exclusão do mundo do trabalho, a discriminação e principalmente o estigma da morte que a doença produz na sociedade.
  • O impacto causado pelo diagnóstico ao paciente e seus familiares geram sentimentos de desespero, ansiedade, angústia, comprometendo em potencial a condução do tratamento. Para minimizar os aspectos decorrentes das condições de fragilidade emocional, social e de saúde do paciente e seus familiares, a atuação de uma equipe multidisciplinar é fundamental, pois a articulação dos diferentes conhecimentos resultará na assistência integral ao paciente portador de câncer.
  • Neste sentido, o Serviço Social da Unidade de Radioterapia atua em ações de caráter educativo através de reuniões de grupos, orientações individuais, avaliando os fatores sociais, culturais, políticos e econômicos que possam interferir no processo saúde/doença do paciente. Nossa atuação possibilita aos portadores de câncer mais informação e segurança na condução de seu tratamento.

Ações

  • São ações rotineiras do Assistente Social no atendimento ambulatorial do Núcleo de Radioterapia: 
  • •Â Orientar e encaminhar para recursos internos, externos, previdenciários;
    •Â Orientar quanto ao Passe Livre local (DF) e Interestadual ( nos casos em que além do câncer o paciente possua deficiência atestado pelo médico);
    •Â Documentar as atividades e preparar material teórico, pertinente ao Serviço Social;
    •Â Realizar trabalho integrado com os outros membros da equipe de saúde;
    •Â Avaliar condições sócio-econômicas, familiares, com a finalidade de oportunizar o acesso ao tratamento, para isso contamos com a parceria de Grupos de  Voluntários e outros recursos da comunidade;
    •Â Efetuar contato com o serviço de transporte;
    •Â Proceder ao seguimento dos casos sociais atendidos a nível ambulatorial
    •Â Efetuar contato com o entorno e demais Municípios para assegurar o transporte interestadual e/ou deslocamento do paciente para realização da terapia aplicada;
    •Â Informar aos pacientes e familiares acerca dos direitos e deveres previdenciários e trabalhistas;
    •Â Prover de informações acerca dos direitos ao Tratamento Fora de domicílio-TFD.

Parceiros – Grupo de Voluntários

  • •Â Rede Feminina de Combate ao Câncer-HBDF
  • •Â Movimento de Apoio ao Portador de Câncer-HBDF
    •Â Serviço de Apoio ao Voluntário (SAVE)-HBDF
    • Associação de Amigos do HBDF
     

Outros Links

 
BOTOES site Escola de Medicina e Enfermagem
BANNER transparencia
VOCÊ ESTÁ AQUI: Início Sobre a Secretaria Hospitais e Regionais