Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/07/13 às 18h16 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Unidade Mista de Taguatinga atende 504 mil em 6 meses

COMPARTILHAR

Serviços especializados para 540 mil pessoas

A Unidade Mista de Taguatinga, localizada na C-12, é um serviço de média complexidade, que funciona há 15 anos em regime ambulatorial – segunda a sexta, das 7h às 18h -, e conta com cerca de 200 servidores. A unidade oferece dois centros especializados, três programas e sete ambulatórios especiais aos moradores da região de Taguatinga, Samambaia e Recanto das Emas, uma população de 540 mil habitantes.

O local possui farmácia de médio custo, laboratório de análises clínicas, radiologia e oferece ambulatórios de Geriatria, Nutrição, Fonoaudiologia, Asma e Alergias Pediátricas, Imunoterapia, saúde da mulher e reações em hanseníase. Também funciona no prédio, o Centro Especializado em Odontologia e o Centro Especializado de Reabilitação.

No período de janeiro a junho deste ano, a Unidade Mista de Taguatinga (UMT) prestou à população de Taguatinga e região cerca de 504 mil atendimentos. “Nossa previsão para 2013 é ultrapassar a casa de um milhão de atendimentos prestados”, aponta a gerente da unidade, Eliene Berg.

De acordo com a gerente, a UMT é um importante centro especializado que busca trabalhar uma visão humanizada e integral dos seus usuários, oferecendo qualidade, com conforto e agilidade. Para tanto, a unidade realiza atendimentos com hora marcada, o que possibilita ao paciente menor tempo em espera.
A unidade teve seu serviço de Fisioterapia habilitado em maio pelo Ministério da Saúde como Centro Especializado de Reabilitação (CER II), para atender deficiência física e intelectual. Os CER são serviços de assistência em reabilitação que atendem pessoas com deficiência física, visual, auditiva e intelectual.

O serviço de reabilitação de Taguatinga tem 11 profissionais, entre fisioterapeutas, terapeuta ocupacional e fonoaudiólogo, que atendem nas especialidades de traumato-ortopedia, reumatologia, geriatria e neurologia adulto. Após a habilitação do novo centro, o serviço recebeu novos profissionais, incluindo nutricionista, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e médicos especializados nas áreas de deficiência intelectual e física. Em 2012, o serviço realizou 42 mil atendimentos.

Novos serviços
Em 2013, a Unidade Mista de Taguatinga recebeu recursos e obras que garantiram a retomada e ampliação de serviços. ”Estamos investindo na revitalização desta unidade com a ampliação de serviços à população local”, destaca o secretário de Saúde, Rafael Barbosa.

O atendimento no Programa de Climatério da Unidade Mista foi retomado em março, após um ano e meio desativado. O serviço atende pacientes na faixa etária entre 45 a 65 anos, no período da menopausa ou que foram submetidas à histerectomia (retirada do útero). Para ter acesso ao serviço, a paciente deve ser encaminhada por um centro de saúde em Taguatinga.

Ainda em março, a UMST inaugurou a Sala de Atendimento à Mulher – um espaço destinado ao atendimento do climatério, que atende também gestantes adolescentes inseridas no programa Ambulatório dos Adolescentes da cidade que necessitarem de acompanhamento no pré-natal.

Em julho, a Unidade Mista incorporou dois novos serviços à sua lista de especialidades com a inauguração da Acupuntura e da Sala do Homem. Dois médicos acupunturistas e um técnico de enfermagem atendem adultos previamente triados de segunda a sexta-feira, num espaço especialmente montado dentro do Centro de Reabilitação Física da unidade.

Já a Sala do Homem atende pacientes maiores de 20 anos, avaliados por uma equipe multidisciplinar. Além de fazer prevenção de doenças que atingem a população masculina, como o câncer de próstata, o serviço oferece atendimento ambulatorial de qualidade. Os pacientes são encaminhados a médicos especializados e outros profissionais – fisioterapeutas, nutricionistas -, ou para exames, quando necessário. Para o segundo semestre, há previsão de inauguração do ambulatório de Saúde Mental.

Valorização do servidor
A gerência da unidade também comemora a redução do número de afastamentos de servidores por licenças médicas. “Esse número já chegou a ultrapassar os 20% de afastamentos mensais; atualmente mantemos na casa de 8%, o que é número esperado pelos especialistas em recursos humanos”, diz.

Para tanto, há cerca de um ano, a gerência da UMT adotou uma política de valorização do servidor com a implantação do projeto Cuidando de Quem Cuida, que inclui treinamentos em relações interpessoais, palestras de assuntos variados, homenagem aos servidores em datas comemorativas como Dia da Mulher, Dia das Mães, festas de final de ano, etc.

Outra iniciativa de sucesso foi a criação de uma banda na unidade, composta por servidores e batizada de Health's Band. A primeira apresentação do grupo foi na comemoração do Dia das Mães em maio. “Com a banda, aproveitamos os talentos da unidade e promovemos a descoberta de novos, com o objetivo de integrar os servidores e dar um aspecto lúdico ao local de trabalho”, destaca Eliene Berg.

Antes de se tornar a Unidade Mista de Taguatinga, em 2005, as instalações já abrigaram o Posto de Atendimento Médico (PAM) do INSS entre 1990 e 1997 e a Policlínica de Taguatinga de 1997 a 2005, sob gestão da Direção de Saúde de Taguatinga/SES.

Além da UMT, a Secretaria de Saúde possui mais duas unidades mistas de saúde no Distrito Federal. Uma está localizada na Asa Sul (508/509) e outra em São Sebastião.

Celi Gomes