Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/02/18 às 19h04 - Atualizado em 14/08/18 às 14h20

Unidades básicas

Confira dados e informações sobre a saúde do Distrito Federal na Sala de Situação

 

A Unidade Básica de Saúde (UBS) é a principal porta de entrada e centro de comunicação com toda a Rede de Atenção à Saúde.  O principal objetivo dessas unidades é desenvolver uma atenção integral, que impacte na situação de saúde e autonomia das pessoas, além de atuar nas situações determinantes e condicionantes de saúde das coletividades. Dessa maneira, deve promover e proteger a saúde, principalmente na prevenção de agravos. 

É instalada perto de onde as pessoas moram. Com isso, desempenha um papel central na garantia de acesso à população a uma atenção à saúde de qualidade. A unidade também está apta ao atendimento emergencial de pacientes com menor complexidade de urgência, sem risco de morte — classificados como de riscos azul ou verde no protocolo de Manchester. Entenda: Saúde reorganiza o acesso aos prontos-socorros

No DF, o trabalho das UBSs é orientado pela Estratégia Saúde da Família, preconizada pelo Ministério da Saúde. Nela, é possível receber atendimentos básicos e gratuitos junto ao médico de família e equipe. Os principais serviços oferecidos são consultas médicas, inalações, injeções, curativos, vacinas, coleta de exames laboratoriais, tratamento odontológico, encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicação básica. Na SES/DF, a responsável técnica pelas UBS é a Coordenação de Atenção Primária à Saúde, da Subsecretaria de Atenção Integral à Saúde

 

*Consulte a unidade básica de saúde mais próxima da sua residência

 

Unidades básicas de saúde em PDF – junho de 2018

 

Requisitos para a consulta: ser morador do DF

Documentos necessários para cadastro na UBS: identidade e comprovante de residência

Prestação do serviço: presencial, com 50% das vagas agendadas e 50% de vagas abertas para as demandas consideradas emergenciais

Principais serviços: consultas médicas, inalações, injeções, curativos, vacinas, coleta de exames laboratoriais, tratamento odontológico, encaminhamentos para especialidades e fornecimento de medicação básica

Prioridade de atendimento: gestantes e os extremos de idade também são considerados fatores de agravos à saúde. Assim, pacientes em qualquer idade gestacional, idosos e crianças com idade inferior a 6 meses têm prioridade de atendimento

Horário de atendimento: os dias e horários dependem da necessidade local, podendo ser de segunda-feira a sábado, com horários flexíveis, de acordo com a demanda da região


Subsecretaria de Atenção Integral à Saúde – SAIS
Subsecretária: Martha Gonçalves Vieira
Telefone: (61) 2196-3424
Email: gabsasses@gmail.com
Assessoria de Comunicação
Organograma SAIS