Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/01/21 às 12h08 - Atualizado em 18/06/21 às 16h06

Vacina DF

COMPARTILHAR

A vacinação contra a Covid-19, no Distrito Federal, começou no dia 19 de janeiro. Até o momento, o DF já recebeu 1.455.070 doses de imunizantes. A distribuição ocorreu da seguinte forma:

 

 

Os números da vacinação no DF podem ser obtidos no Vacinômetro:

 

 


O Caminho da vacina

 

 


A vacina contra a Covid-19 é aplicada, neste momento, nos seguintes integrantes do grupo prioritário:

 

 

Dúvidas no agendamento? Saiba mais no vídeo abaixo:

 

 

Saiba mais:

 

              

               

               

 


 

A Secretaria de Saúde abriu 5 mil vagas para vacinar trabalhadores do transporte urbano do Distrito Federal. É preciso agendar a vacinação pelo site vacina.saude.df.gov.br. O sistema irá reconhecer, através do CPF, os dados dos trabalhadores que foram enviados previamente pelo sindicato dos rodoviários.

 

A orientação da pasta é de que sejam priorizados os motoristas e cobradores, por estarem mais expostos a possíveis infecções. Para se vacinar, o rodoviário deverá apresentar um documento oficial de identificação, para que a identidade do usuário seja conferida com o nome na lista.

 


 

Profissionais de saúde que possuem registro nos conselhos de classe, ou que estão na linha de frente no combate à pandemia, e que estejam cadastrados no sistema da Secretaria de Saúde, já podem agendar a vacinação contra a covid-19.

 

As listas com os dados cadastrais dos beneficiados são de responsabilidade dos respectivos Conselhos de Classe, dos órgãos públicos ou das entidades representativas reconhecidas pela Secretaria. Há relatos de profissionais de saúde que não estão conseguindo agendar a vacinação. Isso ocorre porque os dados foram encaminhados com erro ou não foram encaminhados pelo Conselho, ou por alguma ação incorreta do usuário no sistema de agendamento. Se não conseguir agendar, o primeiro passo é procurar a entidade responsável para obter informações sobre o envio de seus dados à pasta.

 

Existe, ainda, a possibilidade de abrir Ouvidoria pelo site relatando o problema e informando os dados cadastrais e de identificação. O prazo para resposta é de até 20 dias.

 

A vacinação contra a Covid-19 para as categorias profissionais definidas a partir de critérios técnicos, pelo Comitê Gestor de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 está ocorrendo por fases e novas vagas serão abertas a partir do recebimento de mais vacinas do Programa Nacional de Imunização.

 

Categorias:

 

A vacinação deste grupo contempla os profissionais do Instituto Médico Legal (IML), servidores da Policlínica da Polícia Civil, Procon, profissionais que estão na linha de frente pela Secretaria DF Legal, técnicos de laboratório e fiscais do Instituto Brasília Ambiental (Ibram). Além disso, o agendamento contempla profissionais de saúde internos e aqueles com registro nos seguintes conselhos e entidades representativas: biologia, nutrição, educação física, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, técnico de radiologia, enfermagem, medicina, odontologia, biomedicina, veterinária, serviço social, farmácia e agentes funerários.

 

É importante que os interessados compreendam que o agendamento se dá por meio do site aberto em dias e horários pré-determinados. O agendamento requer a conectividade com a internet, atenção e agilidade para o preenchimento correto dos dados e a confirmação da finalização do processo de agendamento.

 

Para maior segurança no agendamento, é importante que ao final do processo os profissionais imprimam a Ficha de Agendamento, que deverá ser entregue no local da vacinação, juntamente com a apresentação dos documentos de identificação.

 

Não é necessário agendar a segunda dose. O usuário pode comparecer ao ponto de vacinação na data prevista no cartão de vacinação, levando esse documento e outro de identificação com foto.

 


 

A vacinação para os profissionais da educação do Distrito Federal já começou. As secretarias de Saúde e Educação montaram uma grande operação para vacinar 34 mil profissionais a partir da próxima quarta-feira, dia 16 de maio. A expectativa é vacinar 34 mil pessoas com a vacina Janssen, aplicada em dose única. Esse público poderá comparecer aos locais de vacinação a serem indicados pela Secretaria de Educação, conforme lista constando nome e CPF dos contemplados.

 

Para ser vacinado, o profissional deve apresentar crachá funcional, ou contracheque recente – para comprovar o vínculo – e documento de identificação com foto e CPF.

 

O DF ainda não recebeu doses suficientes para imunizar todos os profissionais da educação. Por esse motivo, o processo ocorrerá por fases, sendo que a primeira contempla trabalhadores que atuam em creches públicas e privadas.


 

Todo cidadão entre 18 e 59 anos, com as seguintes doenças pré-existentes apresentadas abaixo, deverá se cadastrar para posteriormente agendar a vacinação, conforme liberação de vagas a serem anunciadas no site da Secretaria de Saúde.

 

 

O cadastramento está disponível para todo cidadão que apresentar alguma comorbidade apresentada acima. O sistema da Secretaria de Saúde irá reconhecer, através do CPF do usuário, se ele é portador de alguma comorbidade, no caso de haver registro de atendimentos no SUS. Não havendo esse reconhecimento, o usuário poderá se cadastrar, no entanto, deverá apresentar um laudo médico quando for vacinar após um agendamento que será anunciado. Importante esclarecer que os dados informados devem ser comprovados, pois o cidadão declara estar prestando informações verdadeiras.

 

Veja quem já pode agendar:

 

 

Consulte os CIDs e demais especificações de cada comorbidade aqui.

 

Mais informações, acesse www.saude.df.gov.br/vacinacomorbidades.

 

Gestantes e puérperas com comorbidades podem se vacinar em 24 pontos de vacinação sem agendamento prévio. 

No entanto, é necessário levar documento que comprove que faz parte do grupo e relatório médico indicando qual a sua comorbidade.

Veja os locais para vacinação:

 


 

A vacinação para os profissionais das forças de segurança pública e salvamento já está ocorrendo no DF. Os nomes e CPFs daqueles que são elegíveis à vacinação, neste momento, já foram enviados à Secretaria de Saúde.

 

A vacinação para os profissionais de segurança das polícias Militar, Civil e Federal, Detran, Corpo de Bombeiros e forças que apoiam o decreto das medidas restritivas do GDF, ocorre conforme previsto pelo Ministério da Saúde.