Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
5/02/20 às 17h02 - Atualizado em 6/02/20 às 12h52

Vigilância Ambiental e Corpo de Bombeiros usam drones para vistoriar imóveis fechados no SIA

COMPARTILHAR

Foram encontrados e eliminados focos do mosquito da dengue

 

Em uma ação realizada na manhã desta quarta-feira (5), a Secretaria de Saúde e o Corpo de Bombeiros, em parceria com outros órgãos do Governo do Distrito Federal, utilizaram drones para vistoriar imóveis fechados no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Um levantamento feito pela administração regional apontou cerca de 150 espaços assim na região.

 

“Utilizamos três drones, operados por homens do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Os agentes de vigilância ambiental identificaram imóveis onde havia possibilidade de focos do mosquito e fomos até esses locais”, conta o diretor de Vigilância Ambiental, Edgar Rodrigues.

 

Segundo o coronel Vieira, do Corpo de Bombeiros, o drone apoia todas as atividades dos agentes de campo, “tendo em vista a possibilidade de chegar até o foco e a partir disso ser feito o tratamento adequado”. Está prevista uma nova vistoria na região, na manhã desta quinta-feira (6).

 

AÇÃO – A ação foi promovida pela Secretaria de Saúde e pela Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes do Distrito Federal (SDCC), formada por diversos órgãos do DF, como Casa Civil, Secretarias de Saúde e de Educação, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, dentre outros.

 

“O enfrentamento do Aedes não é um problema apenas do setor saúde, mas de todos. As ações futuras devem ser pactuadas em conjunto, pois o maior beneficiário dessas ações será a população”, destacou o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero.

 

A Diretoria de Vigilância Ambiental também executa, rotineiramente, um trabalho constante de visita às residências e locais com prováveis focos do mosquito Aedes aegypti, realizando manejos ambientais, aplicação de fumacê e educação ambiental.

 

CASOS – O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde apontou 1.419 casos prováveis de dengue nas primeiras semanas de janeiro deste ano, com uma morte pela doença. Houve aumento de 84,1% de casos, se comparado com o mesmo período de 2019. As crianças menores de um ano de idade e as pessoas com mais e de 50 anos foram as mais atingidas pela doença.

 

TELEFONE – Dicas e alertas sobre a Dengue? Envie seu CEP para o número 40199 e cadastre-se na lista da Defesa Civil. Essa é outra atividade em parceria com a Secretaria de Saúde.

 

Alline Martins e Carolina Pedroza, da Agência Saúde

Fotos: Breno Esaki/Saúde DF

 

Vigilância Ambiental e Corpo de Bombeiros usam drone para vistoriar imóveis fechados no SIA