Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/11/16 às 16h06 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Ação contra o tabaco na Rodoviária do Plano Piloto

COMPARTILHAR

Evento faz parte do Dia Nacional de Combate ao Câncer

BRASÍLIA (28/11/16) – O ritmo apressado das 800 mil pessoas que frequentam diariamente a rodoviária do Plano Piloto não impediu que muitos dos frequentadores parassem no estande montado pela Secretaria de Saúde para alertar sobre os riscos do tabagismo. A ação, promovida nesta segunda-feira (28), integra a programação do Dia Nacional de Combate ao Câncer e disponibilizou no local exames de capacidade respiratória, glaucoma, avaliação nutricional, além de orientações sobre o risco de fumar e dos maus hábitos alimentares.

“Essa é uma forma de nos integrarmos diretamente com a população, chamar a atenção para a prevenção do câncer e, especialmente na data de hoje, nos aspectos relacionados ao tabagismo e ao consumo excessivo de alimentos industrializados”, considera Lúcia Mendes, técnica da Gerência de Ciclos de Vida da SES/DF.

A oferta de exames gratuitos e feitos na hora chamou a atenção da auxiliar de enfermagem Adelaide Silva, que parou para fazer a avaliação do fluxo respiratório. “Parei de fumar há mais de dez anos, porque sofria muito com as tonturas provocadas pelo cigarro, mas ainda não havia feito esse tipo de exame. Felizmente, está tudo bem com os meus pulmões e, desde que parei de fumar, nunca tive mais vertigens”, diz, aliviada.

O risco de sofrer as consequências do hábito de fumar ainda permanece ativo por cerca de 10 anos, explica o médico Celso de Barros, de reconhecida atuação contra o tabagismo no DF e que participou do evento como voluntário. “O melhor é que a pessoa não comece a fumar nunca. A prevenção dever ser iniciada dentro de casa e na escola, já no início do ensino fundamental, pois, apesar de termos obtido uma expressiva redução no número de fumantes – que era de 39% em 1997 – ainda temos 14% de indivíduos de 14 anos acima fumando no Distrito Federal”.

Mas a atuação da Secretaria de Saúde na Rodoviária do Plano Piloto na prevenção do tabagismo não tem se limitado aos eventos de mobilização. Após a denúncia de um frequentador do local ao Ministério Público, reclamando sobre o grande número de pessoas fumando entre os passantes, a Gerência de Ciclos de Vida desenvolveu um projeto de prevenção ao tabagismo, em parceria com a Administração da Rodoviária, que vai ser responsável por afixar cartazes e anúncios eletrônicos para alertar os usuários sobre a proibição do tabaco no ambiente, “que é público e coberto”, define Lúcia Mendes.

“Esperamos, com a medida, orientar os frequentadores que a legislação atual não permite fumar no local, muito menos a venda de cigarros de forma individual – os cigarros picados – que é feita em muitos quiosques comerciais da Rodoviária”, relata a técnica. Esse hábito ainda encontra o reforço negativo motivado pelo consumo de alimentos industrializados e salgados fritos entre os usuários, “principalmente devido à pressa no vai-e-vém do cotidiano”, reforça a nutricionista Marcela Ilarri, do Centro de Saúde do Paranoá.

Enquanto distribuía no estande folhetos educativos com informações sobre os “dez passos para uma alimentação adequada e saudável”, ela explicava aos passageiros apressados que não existe qualquer relação entre parar fumar e engordar. “Quando a pessoa para de fumar, há uma acentuada melhoria no olfato, paladar e no processo de digestão. Isso pode levar aos exageros na alimentação de forma errada, como o consumo de frituras, doces e refrigerantes, esses são os verdadeiros vilões e não a interrupção do tabagismo” pondera a nutricionista.

Veja as fotos aqui 

Leia também...