Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/13 às 14h44 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Atendimento no Hospital do Gama cresce 30% no fim do ano

COMPARTILHAR

Festas de Natal e reveillon fazem procura pela emergência aumentar

As demandas de serviços nas emergências do Hospital Regional do Gama (HRG), em decorrência das festividades de natal e de réveillon, aumentam cerca de 30 em dezembro, comparado aos outros meses do ano. Esse aumento na procura é ocasionado pelos hábitos da população em relação ao abuso de ingestão de alimentos e bebidas alcoólicas.

Segundo o ortopedista, Marco Antonio de Almeida, a associação do álcool e do volante aumenta o índice de traumas e mortes, “Aqui no HRG, principalmente no final do ano são intensas as atividades dos médicos, além das situações de acidentes com veículos e motos, atendemos aos casos de vitimas com ferimentos de arma de fogo e de arma branca”.

O ortopedista orienta que as pessoas devem ser divertir com responsabilidade, ter atenção ao dirigir e evitar conflitos que possam gerar situações violentas e com vítimas.

Responsável pelas marcações de cirurgias ortopédicas, a técnica de enfermagem, Maria de Fátima Nascimento informa, que um exemplo desse aumento é o pronto socorro ortopédico que tem capacidade para 40 leitos e nessa época do ano a capacidade dobra, “no final de dezembro de 2012 chegamos a ter 80 pacientes internados em decorrência de acidentes”, ela informou.

Uma das unidades mais sobrecarregadas é a do pronto socorro de clínica médica. O livro de registro da classificação de risco de dezembro do ano passado mostra que as principais doenças de pacientes que procuraram atendimento foram diarréia, cefaléia, vômitos e dor abdominal.

“A falta de cuidado com os hábitos alimentares e os excessos favorecem o aumento na procura pelo atendimento”, disse a coordenadora da classificação de risco, a enfermeira Dionne Hallyson Serqueira.

Para o clínico geral, Carlos Augusto Correia, nas festas de natal e de ano novo, as pessoas se empolgam e acabam perdendo o controle, “é importante destacar que tudo em demasia prejudica a saúde e ter hábitos saudáveis, praticar atividades físicas, reduzir ou evitar a ingestão de comidas calórica e bebidas alcoólicas contribuem para que muitas pessoas não procurem as emergências nesse período”.

O Hospital do Gama é uma das unidades de saúde da SES mais procurada pelos moradores da Região Metropolitana do Distrito Federal e de janeiro a outubro deste ano já registrou, nas emergências, mais de 229 mil atendimentos. As especialidades que mais atendem são traumatologia e ortopedia, seguida de clínica médica, pediatra e ginecologia.

Por Eliane Simeão, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226