Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/11/12 às 19h36 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Bancos de leite da rede pública precisam de doações

Os Bancos de Leite da rede pública de saúde precisam com urgência de doações de leite, para reabastecimento do estoque necessário ao atendimento de bebês de alto-risco internados nos hospitais. As doadoras podem ligar para o telefone 160 opção 4, que um bombeiro recolherá o leite em casa.

O banco de leite humano funciona para garantir alimentação adequada a crianças que nascem com baixo peso, prematuras ou com algum problema de saúde e que precisam permanecer internadas no hospital após o nascimento. Toda mulher saudável que goza de boa saúde e esteja amamentando pode doar leite.

Equipes dos bancos de leite visitam as mães logo após o nascimento do bebê para orientar sobre a importância da amamentação, além de informar sobre como doar o leite excedente. Todo leite arrecadado passa por exames específicos, para comprovar se está ou não apto ao consumo de recém-nascidos. O resultado do exame que comprova a qualidade do leite demora até três dias e o leite pasteurizado pode ser conservado até 6 meses.

As mães que são doadoras devem observar alguns cuidados ao colher o leite:
– para armazenar o leite utilizar frasco de vidro com tampa de plástico
– colocar vidros e tampas numa panela e cobri-los com água
– ferver tudo por 15 minutos
– deixar vidros e tampas escorrerem sobre um pano limpo até secar. Fechar o vidro sem tocar na parte interna da tampa.
– colocar um touca ou lenço para cobrir os cabelos.
– colocar uma fralda ou máscara sobre o nariz e a boca.
– lavar as mãos e braços até o cotovelo com são e água
– antes de iniciar a coleta, lavar as mamas apenas com água
– secar as mãos e as mamas com uma toalha limpa
– evitar conversar durante a retirada do leite
– retirar o leite quando as mamas estiverem muito cheias, antes ou depois das mamadas.