Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/09/13 às 14h22 - Atualizado em 30/10/18 às 15h06

Bancos de Leite Humano do DF precisam de doações

COMPARTILHAR

Os estoques estão abaixo do volume coletado em relação ao ano passado


Os Bancos de Leite Humano (BLH) de Brasília estão com os estoques abaixo do volume coletado em relação ao ano passado. De janeiro a agosto deste ano, os bancos coletaram 11.164 litros, enquanto em 2012, no mesmo período, a coleta foi de 12.147 litros, uma redução de 980 litros.

Segundo a coordenadora dos BLHs do DF, Miriam Santos, o índice baixo nos estoques de leite e de mães doadoras fez com que houvesse queda de leite humano para as crianças internadas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

O leite materno é de extrema importância para as crianças e em especial para os bebês internados nas UTIs neonatais. Para a coordenadora, o leite materno, além de nutrir, traz defesas e aumenta a imunidade proporcionando uma recuperação rápida da saúde desses bebês.

“É necessário que as mulheres que estão amamentando e têm excesso de leite se sensibilizem e se tornem doadoras”, diz a coordenadora.

A Secretaria de Saúde do DF dispõe de 15 bancos de leite humano e três postos de coleta. Todos os bancos e postos de coleta contam com os ambulatórios de apoio à amamentação.

A SES tem parceria com o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) do DF na busca do leite humano nas residências de doadoras. A equipe é formada por 22 militares.

As mães com excesso de leite podem discar para o número 160, opção 4, e fazer o cadastramento da moradia e marcar o dia para buscar o leite.

Rosemeire Caetano da Silva, de 28 anos, moradora de Valparaiso, teve a menina Emanuely, que nasceu há uma semana no Hran. Ela diz que tem outra filha de 8 anos, a Vitória, que foi amamentada até um ano e oito meses de idade. “O leite materno é fundamental para o desenvolvimento da criança. O fato de saber que minha doação está ajudando outras crianças me traz muita satisfação”.

Juliana Magalhães, de 29 anos, moradora de Santa Maria, deu a luz há 15 dias no Hran, a um menino chamado Marcos Vinicius. ”Meu bebê teve problemas ao nascer, mas graças a Deus ele está bem agora. Nos primeiros dias ele recebeu leite de doadoras. Há quatro dias estou dando o peito e a minha produção em excesso vai para os bebês que necessitam de leite”, relata.

Os BLHs de Taguatinga (HRT), Ceilândia (HRC), Sobradinho (HRS), Brazlândia (HRBz), Asa Sul (Hmib), Asa Norte (Hran),Planaltina (HRP), Gama (HRG) detêm o titulo de hospitais amigos da criança. Os hospitais de Santa Maria (HRSM) e do Paranoá (HRPa) estão em processo de tornarem-se amigos da criança. Em Samambaia e em São Sebastião (Casa de Parto) contam com posto de coleta.

Júlio Duarte

 

 

 

Telefones dos Bancos de Leite e postos de coleta:

BLH HRAN (Asa Norte) – 3325.4207

BLH HRAS (Asa Sul) – 3445.7597

BLH HRBZ (Brazlândia) – 3479.9643

BLH HRC (Ceilândia) – 3372.9652

BLH (Gama) – 3384.0337

BLH (Planaltina) – 3388.9794

BLH HRPA (Paranoá) – 3369.9980

BLH HRS (Sobradinho) – 3387.3993

BLH HRSM (Santa Maria) – 3392.6287

BLH HRT (Taguatinga) – 3352.6900

Posto de Coleta São Sebastião – 3339.1125

Posto de Coleta HRSAM (Samambaia) – 3458.9811