Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/01/19 às 9h55 - Atualizado em 9/01/19 às 11h14

Bancos de leite humano necessitam de doações

 

 

Os estoques dos Bancos de Leite Humano do Distrito Federal necessitam de doações para que os bebês internados na rede pública de saúde sejam alimentados. No período de férias, há uma queda expressiva nas doações de leite materno.

 

Em dezembro de 2018, por exemplo, os estoques ficaram longe do ideal, no que se refere ao recebimento de leite humano no DF. Ao todo, foram recolhidos 1.375 litros, quantidade abaixo do mínimo esperado, de 1.500 litros, e 292 litros a menos do que o registrado em novembro, quando foi atingida a marca de 1.667 litros.

 

“Nessa época do ano, temos sempre que fazer o alerta dos estoques baixos. Dezembro foi o segundo pior mês registrado em 2018. Só ficou atrás de fevereiro, que recolheu 1.145 litros. Por isso, é tão importante a ajuda das doadoras nesse período. Ainda temos janeiro e fevereiro pela frente”, explicou a coordenadora de Aleitamento Materno e do Banco de Leite Humano da Secretaria de Saúde, Miriam Santos.

 

DOADORAS – Em relação ao número de doadoras, o mês de dezembro registrou 449 novas mães. Em novembro foram 427. Em outras palavras, houve um acréscimo de 22 doadoras a mais. “Isso nos surpreendeu. Mas, como temos um estoque a repor, ainda precisamos de mais mães nos ajudando”, destacou a coordenadora.

 

 

Ainda assim, a dedicação das doadoras se fez presente ao longo de 2018. No ano passado, foram coletados 18.971 litros de leite humano, uma quantia representativa para os padrões dos Bancos de Leite Humano do DF.

 

“Essa foi a maior coleta dos últimos 10 anos, só perdendo para 2008, que registrou mais de 20 mil litros. Só temos a agradecer a todas essas mães dedicadas”, comentou Mirian Santos.

 

Toda mulher que estiver amamentando seu bebê e que decida ser voluntária pode fazer doações aos bancos de leite. Para isto, basta ligar na central telefônica 160, opção 4, ou se inscrever pelo site ou aplicativo Amamenta Brasília.

 

Um pote de 300 ml é suficiente para saciar, em um único dia, até 10 recém-nascidos. Em média, a rede pública de saúde tem 250 crianças que necessitam dessas doações, sendo que a maior parte delas é prematura e de baixo peso.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde

Fotos: Matheus Oliveira/Arquivo-SES