Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/04/13 às 21h46 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Saúde convoca doadoras de leite materno

Estoque baixo preocupa Secretaria de Saúde

O estoque de todos os bancos de leite humano da rede pública de Saúde do DF está baixo. Em alguns hospitais, como os Regionais de Taguatinga, da Asa Sul e Asa Norte os freezers estão com as prateleiras praticamente vazias, de acordo com a coordenadora dos Bancos de Leite Humano da rede pública de Saúde, Miriam dos Santos. A situação crítica preocupa a coordenadora, porque 150 bebês que estão internados necessitam com urgência do alimento.

Segundo a coordenadora, o leite humano é essencial à sobrevivência dos recém-nascidos doentes, de baixo peso e prematuros. Por isso, ela convoca todas as mães em fase de amamentação, a doarem o excesso aos bancos de leite, um ato que pode salvar vidas. “A doação é uma atitude de amor, sem custo ou trabalho, pois o leite poderá ser coletado na casa da doadora, pelo Corpo de Bombeiros do DF”, conclui Miriam.

Apesar da coleta do ano passado ter atingindo os 15 mil 961 litros de leite materno, a situação dos bancos de leite do DF preocupa a Secretaria de Saúde. “Para explicar o tamanho do problema, Miriam conta que, “nos últimos tempos a coleta tem sido incapaz de suprir a demanda. Não está sendo coletado nem o mínimo necessário, cerca de 1.500 litros por mês”.

Nos relatórios da coordenação, ao comparar os números atingidos nos três primeiros meses de 2012 com o mesmo período de 2013, verifica-se uma queda significativa. No ano passado, de janeiro a março foram registradas 1.427 doadoras, enquanto em 2013 foram 1.307. Foi maior também o total de receptores, 2.884 no ano passado, para 2.551 neste ano, com uma queda significativa também no total de leite coletado.

No mesmo período, em 2012 foram coletados 4.214,6 litros de leite, contra 3.659,2 em 2013. Resultados que afetam a distribuição, pois no ano passado os bancos distribuíram 2.766,5 litros de leite humano, em 2013, no mesmo período, distribuiu-se bem menos, 2.335,2 litros. Analisando os números a coordenadora conclui que o desempenho deste ano está deixando muito a desejar.

Para recuperar o estoque Miriam dos Santos espera que as mães atendam ao apelo, entrando em contado com a SES, pelo telefone 160 opção 4, ou se dirigindo ao banco de leite mais próximo à sua residência. Segundo ela, as mulheres do DF são prestativas e solidárias, respondendo sempre positivamente aos apelos da SES. Por isso ela acredita que a crise no abastecimento dos Bancos de Leite será superada o mais rápido possível.

Luciene Torquato