Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/07/18 às 13h43 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Bloco II do Hospital da Criança é entregue

Rodrigo Rollemberg destaca que o novo bloco do HCB conta com equipamentos modernos – Foto: Mariana Raphael, da Agência Saúde

 

As obras do Bloco II do Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) foram concluídas e o espaço foi entregue nesta quarta-feira (4). Com o novo prédio, que terá ativação progressiva dos serviços, será possível realizar cerca de 8,5 mil consultas médicas, 250 cirurgias de médio e grande porte, oferecer 850 diárias de UTI e 500 internações por mês.

 

“Estamos entregando um verdadeiro presente a Brasília, o coroamento do Criança Candanga, um projeto que colocou a criança como prioridade neste governo”, disse o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ao lado de Márcia Rollemberg.

 

O chefe do Executivo do DF destacou que o novo bloco conta com equipamentos modernos, que já entrarão em fase de testes.

 

“A expectativa é que, a partir de outubro, a nova unidade comece a funcionar para que, no início de 2019, atenda plenamente toda a demanda de média e alta complexidade pediátrica”, concluiu Rollemberg, ao lembrar que o Hospital da Criança recebeu, há poucos dias, o selo da Organização Nacional de Acreditação (ONA) atestando a excelência dos serviços prestados.

 

Entrega do bloco II ocorreu nesta quarta-feira (4) – Foto: Mariana Raphael, da Agência Saúde

 

ESTRUTURA – “Esse é um sonho que se realiza. A estrutura se baseia em um modelo inovador de boas práticas, desenvolvidas no mundo inteiro. É um orgulho para Brasília. A população abraçou o Hospital da Criança e o resultado disso é a entrega do segundo bloco, com 202 leitos e duas UTIs, com 19 leitos cada”, lembrou o secretário de Saúde, Humberto Fonseca.

 

Erguido em uma área de 22 mil metros quadrados, a nova estrutura oferece, ainda, 60 leitos para internação clínica, 60 para internação cirúrgica, 28 para internação oncológica, seis leitos de internação para cuidados paliativos com antessala (individual), 10 de internação para transplantados e 38 destinados à terapia intensiva.

 

O espaço também dispõe de cinco salas de cirurgia de médio e grande porte, laboratório especializado, anatomia patológica, centro de ensino e pesquisa, farmácia, central de esterilização de materiais e vestiários.

 

Além disso, terá serviço de arquivo médico, unidade administrativa, cozinha e refeitório, lavanderia, almoxarifado, setor de manutenção, engenharia clínica, casas de máquinas, central de gases medicinais, central de GLP, central de climatização e central de reserva de água.

 

Novo espaço foi erguido em uma área de 22 mil m² – Foto: Mariana Raphael, da Agência Saúde

 

COMPROMISSO – O bloco II foi construído a partir de uma parceria entre o governo de Brasília e a Organização Mundial da Família (WFO, na sigla em inglês). O valor aplicado pelo GDF foi de R$ 106.741.149,15.

 

“Espero que essa obra seja o símbolo da saúde em Brasília. Eu agradeço ao governo, que colocou esse projeto como uma prioridade. Somos muito gratos”, disse a presidente da WFO, Deise Kusztra.

 

BALANÇO – Inaugurado em 23 de novembro de 2011, o HCB realizou mais de 2.835.280 atendimentos até o final de maio de 2018. Dentre eles, destacam-se mais de um milhão e 690 mil exames laboratoriais e 455 mil consultas.

 

O HCB registrou, inclusive, mais de 68 mil diárias, 43 mil sessões de quimioterapia, 19 mil transfusões, oito mil cirurgias ambulatoriais, 14 mil ecocardiogramas, 37 mil raios X, 20 mil tomografias, 27 mil ultrassons, dentre outros.

 

A gestão do hospital é dividida entre governo e sociedade, representada pelo Instituto do Câncer Infantil e Pediatria Especializada (Icipe), organização criada por pacientes e profissionais de saúde, que idealizaram um atendimento especializado de qualidade para doenças graves e crônicas de crianças e adolescentes.

 

TEXTO: Ailane Silva, da Agência Brasília

 

 

Bloco II do Hospital da Criança é entregue