Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/05/16 às 20h58 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

Brasília alcança meta de vacinação contra gripe com mais de 528 mil imunizados

COMPARTILHAR

Cobertura chegou a 86,8%, mas não foi homogênea entre grupos prioritários. Última semana da campanha será restrita a gestantes, a crianças de 6 meses a menores de 5 anos e a idosos

BRASÍLIA (13/05/16) – Com 528.608 vacinados contra a gripe, Brasília ultrapassou a meta de cobertura estabelecida pelo Ministério da Saúde. O objetivo era alcançar 80% do público-alvo de 609.105 pessoas. Até agora, o número de imunizados está em 86,8%. A campanha segue oficialmente até 20 de maio ou enquanto durarem os estoques. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Saúde, nesta sexta-feira (13), em coletiva de imprensa no edifício-sede da pasta (Setor de Áreas Isoladas Norte, Bloco B, antigo prédio da Câmara Legislativa).

O alcance da meta, porém, não foi homogêneo em todas as regionais nem em todos os grupos prioritários, de acordo com a secretaria. Enquanto se ultrapassou a estimativa de profissionais de saúde (119%) e se chegou a 94,8% das puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias) vacinadas, por exemplo, o porcentual entre gestantes ficou em 79,9%; entre idosos, em 82,5%; e entre crianças, em 80%. Por isso, a partir de segunda-feira (16) e durante a última semana de campanha, a imunização estará restrita a estes três públicos: grávidas, crianças de 6 meses a menores de 5 anos e idosos.

“Vamos manter a vacinação em todas as salas de vacina para esses grupos. Sabemos das dificuldades de alguns pais para levarem as crianças, mas é muito importante”, ressalta a diretora da Vigilância Epidemiológica da secretaria, Cristina Segatto. “No caso dos idosos acamados que não possam se locomover, a família deve procurar o posto mais próximo para que ele receba em casa”, instrui.

Os estoques, segundo Cristina, estão normalizados nos postos, mas podem vir a faltar momentaneamente. Nesses casos, enquanto houver doses disponíveis, serão feitas redistribuições. A diretora destaca ainda que um quantitativo está reservado para crianças que tomaram a vacina pela primeira vez e necessitam de uma segunda dose. Também há reserva — cerca de mil doses — para mulheres que engravidarem ao longo do ano.

H1N1 – Durante a entrevista, a Secretaria de Saúde também divulgou informações do Boletim Epidemiológico Influenza nº 18. De janeiro até 7 de maio, 117 casos de gripe por H1N1 foram confirmados no Distrito Federal. Desses, nove pacientes morreram.

Veja as fotos aqui: