Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/05/19 às 11h18 - Atualizado em 31/05/19 às 15h18

Brasília sedia a 10ª Conferência Distrital de Saúde

COMPARTILHAR

São esperadas cerca de 500 pessoas para o evento

 

Brasília sedia, do dia 5 a 7 de junho, a 10ª Conferência Distrital de Saúde. O evento é a etapa preparatória para a 16ªConferência Nacional de Saúde, marcada para agosto deste ano. O tema de ambas é o mesmo: Democracia e Saúde: Saúde como direito e consolidação e financiamento do SUS. Na edição do DF, são esperadas cerca de 500 pessoas nos três dias de evento.

 

“A décima Conferência Distrital de Saúde é o ambiente ideal para discutirmos os rumos da saúde pública, propostas e projetos que nos permitam garantir que ela seja, de fato, um direito, e que o nosso Sistema Único de Saúde cada vez mais consolide seus princípios. Nesse sentido, é fundamental a participação da sociedade, não apenas por meio de representantes, mas também com a presença dos próprios usuários do sistema”, destacou o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

 

Os eixos a serem discutidos serão: saúde como direito; consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde; e financiamento adequado e suficiente. “É importante que a população participe, porque é ela quem utiliza os serviços de saúde. Será ouvindo os usuários que saberemos que tipo de atendimento o governo está levando para as pessoas e tentaremos sugerir propostas de mudanças”, explica a presidente do Conselho de Saúde do Distrito Federal, Lourdes Piantino.

 

A organização do evento é feita pelo Conselho de Saúde do DF, com apoio da Secretaria de Saúde. “O Conselho foi a forma encontrada para colocar trabalhadores, usuários e a gestão no orçamento participativo do SUS”, explica o assessor de Relações Institucionais, Wanderley Ferreira Nunes.

 

Ele destaca que a conferência é uma forma de participação popular, prevista tanto na Constituição Federal quanto na Lei nº 8.080/1990, que dispõe sobre as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes do SUS.

 

REGIONAIS – Antes da realização da conferência distrital, cada uma das sete regiões de saúde do DF promoveu sua discussão local. A primeira aconteceu em 26 de março, na Região de Saúde Norte, com a participação de 167 pessoas. A última a reunir os brasilienses para debater a temática foi a Região de Saúde Sudoeste, no dia 10 de abril.

 

Um total de 338 delegados, dentre eles 56 natos na etapa distrital e outros 332 escolhidos nas etapas regionais, irão representar os gestores, trabalhadores e usuários na Conferência Distrital. Deste total, 68 serão escolhidos para a etapa nacional.

 

LEGISLAÇÃO – As conferências de saúde têm como base a Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990, que dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a lei, as conferências se reunirão a cada quatro anos, com a representação dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes.

 

A 10ª Conferência Distrital de Saúde foi convocada pelo Decreto nº 39.654, de fevereiro deste ano. Ela será presidida pelo secretário de Saúde do Distrito Federal; coordenada pela presidente do Conselho de Saúde do Distrito Federal; e, nos seus impedimentos ou ausências, pela secretária executiva do Conselho de Saúde do Distrito Federal.

 

 

SERVIÇO

 

Abertura da Conferência Distrital de Saúde

Data: 5 de junho

Horário: 8 horas

Local: Auditório do Instituto Serzedello Corrêa – SCES, Trecho 3, Lote 3.

 

Alline Martins, da Agência Saúde

Arte: Danielle Freire/Saúde-DF