Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/05/19 às 11h32 - Atualizado em 28/05/19 às 12h26

Busca por inovação marca seminário sobre compras públicas de medicamentos 

COMPARTILHAR

Secretário de Saúde, Osnei Okumoto, avaliou a situação no DF

 

A busca por soluções inovadoras marcou o debate no seminário “Compras Públicas de Medicamentos”, realizado nesta terça-feira (28), em Brasília. O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, participou das discussões, representando o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

 

Okumoto avaliou que as aquisições de medicamentos têm sido dificultadas, no Distrito Federal, por uma série de situações, que vão desde processos burocráticos demorados a portarias elaboradas nas gestões anteriores para “driblar as dificuldades”, mas que geraram questionamentos dos órgãos de controle.

 

“Em eventos como esse, os técnicos da Secretaria de Saúde do DF vêm buscar alternativas, com criatividade e inovação, de uma maneira que possamos ter muito mais rapidez, consistência e regularidade na questão das compras públicas de medicamentos”, afirmou o secretário.

 

Segundo Okumoto, em breve, uma reunião com representantes de vários estados será realizada em Brasília, para discutir, entre outros pontos, formas de tornar a aquisição de medicamentos mais ágil na rede publica de saúde. “Vamos buscar modificações de portarias e conversar com os órgãos de controle para termos, dentro da legislação vigente, uma maior tranquilidade para fazer as aquisições”, enfatizou.

 

INOVAÇÃO GERENCIAL – “Se nós não avançarmos em inovação gerencial, vamos continuar amarrados”, resumiu Denisar Viana, secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (SCTIE/MS).

 

De acordo com Viana, pela SCTIE tem sido executado um modelo de compartilhamento de risco com a indústria farmacêutica, para incentivar a produção de mais medicamentos pelo setor privado. “Isso, por si só, requer uma série de inovações, tanto no processo de negociação, como no de provisão de medicamentos para os pacientes”, destacou.

 

A mesa de abertura do evento também contou com a presença do chefe de gabinete da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Marcos Araújo; e o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Guimarães.

 

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde

Fotos: Breno Esaki/Saude-DF