Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/12 às 20h35 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Carreta da Mulher já realizou mais de 25 mil exames no DF

A unidade fica em Samambaia até sexta-feira (14)

Em oito meses de ação a Unidade Móvel de Saúde da Mulher realizou 25.023 exames em 15 localidades do Distrito Federal. Desde o dia 3 de março até o dia 30 de novembro na Carreta da Mulher foram feitas 8.176 mamografias, 8.613 ecografias e 8.234 preventivos do câncer de colo útero. O programa visa a prevenção de doenças graves como o câncer, por meio do diagnóstico precoce.

A unidade móvel funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 17h. São distribuídas 50 senhas por exame diariamente, às 7h, totalizando 150 procedimentos por dia. Esta semana a carreta está atendendo em Samambaia ao lado da Administração Regional. Entre os dias 19 e 30 de novembro foram feitas no local 408 mamografias, 448 ecografias e 434 preventivos ginecológicos. A carreta fica estacionada mais uma semana na região. Estimam-se realizar até sexta-feira (14) mais de dois mil procedimentos em mulheres. Logo depois, o atendimento passará a ser oferecido no Guará.

Para o coordenador geral de Saúde de Samambaia, Manoel Solange Fontes Teles, a unidade móvel apresentou resultados positivos na comunidade. “Essa oferta maior de serviços de excelência em saúde está proporcionando grande benefício à população feminina”, disse.

A gari Joveniana Arara de Souza, 54 anos, foi uma das milhares de mulheres beneficadas pelo programaque visa a prevenção do câncer de mama, de colo de útero e o diagnósticos de outras doenças. Ela fez exames de mamografia, ecografia transvaginal e preventivo. “Estava muito ansiosa para chegar esse dia. Falei da carreta também para as minhas vizinhas. É muito importante fazer esses exames”, relatou.

Para realizar os exames, é necessário levar documento de identidade, CPF e cartão do SUS, que pode também ser feito no local com o RG e o CPF. Os exames de mamografia podem ser realizados por mulheres a partir de 40 anos e não precisa de solicitação médica; o preventivo, por mulheres que já tenham tido relações sexuais. As ecografias (tireoide, vias urinárias, abdômen total e superior, transvaginal, obstétrica, mamária e pélvica) necessitam do pedido médico.

Antes de Samambaia, a Unidade Móvel Saúde da Mulher realizou 23.739 mil exames. A unidade foi lançada em março e já percorreu Ceilândia (Condomínio Pôr do Sol), Planaltina (Núcleo Rural Taquara), Cidade Estrutural, Paranoá (Itapoã), Sobradinho (Nova Colina), São Sebastião, Areal, Riacho Fundo II, Recanto das Emas, Planaltina, Ceilândia (Sol Nascente), Santa Maria, Gama e Brazlândia.

Celi Gomes