Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/12/13 às 19h47 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Centro 3 do Guará ganhará equipe do Programa Saúde da Família

COMPARTILHAR

Com a chegada de três médicos cubanos na Regional do Guará, a Diretoria de Atenção Primária à Saúde (DIRAPS) do Guará criará uma nova equipe do Programa Estratégia em Saúde da Família (ESF) no Centro de Saúde nº 03. Esta é a área mais sensível e será a primeira equipe a ser instalada na cidade. A DIRAPS tem o projeto de criar dez equipes só na área de cobertura da unidade de saúde que hoje atende a uma população de 34 mil pessoas.

A equipe atenderá a uma população de 3.500 pessoas, nas quadras 32 a 46, IAPI, Bernardo Sayão e o Polo de Modas. Charmene Menezes, diretora da DIRAPS, destaca que o novo trabalho mudará a forma de relacionamento dos pacientes com o médico. “O programa Saúde da Família é diferenciado porque trabalha o indivíduo na sua integralidade e ainda aborda outros aspectos que fogem à consulta tradicional. Ele aborda pontualmente a queixa do paciente, mas investiga o que pode estar causando aquela doença e ainda pergunta sobre as pessoas que moram com ele”, afirmou.

Atualmente o C.S nº 03 conta com o Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS) que monitora a família por meio de visitas domiciliares. Com o ESF a cobertura será integral, proativa e com atendimento completo. Serão realizados consulta, pré-natal, visitas domiciliares, aferição de pressão e glicemia, atendimento ao hipertenso entre outros procedimentos.

Esta semana está sendo feita a adaptação do território das famílias para que os trabalhos já comecem na próxima segunda-feira. “O nosso foco é buscar esse paciente e trabalhar a prevenção, ensinando o autocuidado também. O paciente tem que entender que é corresponsável pela sua saúde e não esperar só o tratamento médico”, afirmou Menezes. A equipe será composta por um médico de família, um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e agentes comunitários de saúde.

O programa ESF é entendido como uma estratégia de reorientação do modelo assistencial. Estas equipes são responsáveis pelo acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada. As equipes atuam com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação, reabilitação de doenças e agravos mais frequentes, e na manutenção da saúde desta comunidade.
Busca maior racionalidade na utilização dos demais níveis assistenciais e tem produzido resultados positivos nos principais indicadores de saúde das populações assistidas às equipes saúde da família.

Por Erika Bragança, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61)3348-2547/2539 e 9862-9226

Leia também...