Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/02/12 às 17h24 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Centro cirúrgico de Planaltina entra em reforma

O centro cirúrgico do Hospital Regional de Planaltina entra em reforma no mês de março.00011709 Detalhes para a interdição do centro cirúrgico foram definidos reunião, na manhã desta terça-feira, naquele hospital, com o subsecretário de Atenção à Saúde da SES/DF, Ivan Castelli a direção da unidade e diretores das regionais de Sobradinho e do Paranoá. Na ocasião foi efetivado um pacto entre as direções das regionais para atender os pacientes com indicação cirúrgica, em forma de mutirão, nos meses de março e abril, que irá beneficiar usuários das três localidades.

00011712Ivan Castelli informa que o pacto acordado vai além da reforma do centro cirúrgico do HRPl, porque aumentará o número de procedimentos cirúrgicos eletivos realizados. O hospital de Planaltina, segundo ele, realiza 12 cirurgias por mês, mas existe uma demanda de 420 pacientes aguardando. Com o acordo, o HRPa, que tem uma demanda de apenas 60 pacientes, vai ceder o seu centro cirúrgico cinco dias da semana à equipe de Planaltina, para fazer eletivas. Com isso está prevista a realização de 50 cirurgias mês, diminuindo a fila de espera, ou provavelmente zerando. Esse benefício também será estendido aos pacientes do HRS.

O Subsecretário afirma que esse acordo foi realizado espontaneamente entre as três unidades de saúde. “Nenhum paciente será prejudicado com a reforma. Os casos de emergência serão atendidos em salas organizadas no Centro Obstétrico, os eletivos nas outras unidades pactuadas e ainda ampliando esses procedimentos”, enfatiza Castelli.

A proposta fechada com os diretores dos três hospitais terá sucesso com colaboração dos00011708 médicos, na execução de horas extras. O Subsecretário explica que a Secretaria de Saúde vai liberar recursos destinados a remunerar os profissionais que atuarão no projeto. A obra do centro cirúrgico vai ampliar a unidade de duas para quatro salas. A obra deve durar seis meses. Após a reforma, o setor vai ganhar equipamentos, como foco, carrinho de anestesia, monitores e outros, já adquiridos pela SES/DF.

Antônio Caetano – SES/DF.

Fotografia Ademilson Soares