Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/03/13 às 18h09 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

Novo modelo de assistência primária no atendimento a hipertensos

Hiperdia atende 3 mil pacientes

O Centro de Saúde Nº01 de Taguatinga, localizado na QNG, Área Especial 18/19, inicia nesta quinta-feira (28) a revitalização do Programa Hiperdia. O objetivo do novo modelo de assistência primária é agilizar o atendimento ao paciente acometido pela hipertensão arterial e diabete mellitus, além de diminuir a demanda médica da endocrinologia. Todo o fluxo do serviço está baseado no protocolo operacional do Ministério da Saúde.

Com o novo modelo de atendimento ambulatorial, o paciente que está inserido no Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos da unidade de saúde, passará por consultas de enfermagem duas vezes na semana, para renovação do cadastro, monitorização eletrocardiográfica, atualização das receitas médicas de remédios controlados e, quando necessário, avaliação de pé diabético.

Como parte integrante da avaliação clínica do Hiperdia, o paciente será convidado a comparecer às palestras sobre hipertensão e diabete, ministradas por enfermeiras e nutricionais, todas as terças-feiras pela manhã e a tarde. As discussões dos temas são direcionadas à promoção da saúde, atividade física, alimentação saudável e o uso correto das medicações.

Além do acompanhamento clínico e educacional, o paciente poderá participar das Práticas Integrativas em Saúde/PIS (automassagem e dança sênior), às segundas-feiras pela manhã e às quintas-feiras à tarde.

Atualmente, o Hiperdia do CST Nº01 tem 3.000 pacientes cadastrados em seu banco de dados.

Claudete Nascimento