Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/04/14 às 20h31 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Centro de Trauma do HBDF detecta hemorragias em três minutos

COMPARTILHAR

Equipamento moderno ajuda a salvar vidas e evitar sequelas

O Hospital de Base do Distrito Federal recebeu um equipamento para verificação de hemorragias internas em pacientes vítimas de traumas. O aparelho de ultrassom de última geração é o Fast-Estendido em terapia intensiva que verifica, em até três minutos, a existência de hemorragias internas (abdômen, tórax, membros) e a integridade dos vasos sanguíneos. Centro de trauma do HBDF recebe uma média de 40 pacientes por semana. Em 2013 o Centro atendeu 1.813 pacientes.

A tecnologia tem vários benefícios, além reduzir o tempo do exame de líquidos dentro do abdômen, é bastante durável, resistente a quedas. é portátil e ajuda na definição da conduta médica.

“Em casos mais graves, não há tempo para levar o paciente para fazer exame no tomógrafo. Assim que o paciente chega no Trauma, fazemos o exame de ultrassom. O aparelho auxilia no diagnóstico, se há presença de sangramento intra-abdominal. É também um recurso rápido, eficaz, inócuo, não tem radiação, nem é preciso fazer incisão”, ressalta o coordenador do Serviço de Trauma do HBDF e chefe do SAMU, Rodrigo Caselli.

Ainda de acordo com Caselli, as chances de salvar a vida aumentam potencialmente com o uso do equipamento. “O equipamento é usado na beira do leito da emergência, auxilia no acesso venoso, à intubação traqueal e na avaliação do sangramento, além da visualização de todos os órgãos e líquidos internos”, explica.

Para o coordenador do Trauma e Cirurgia Infantil, Carlos André, o equipamento de ultrassom em emergência de trauma é indispensável. “Nos casos de pacientes mais graves, a verificação é imediata, salva a vida e ainda previne sequelas pois, em alguns casos, quando precisa de uma cirurgia imediata, o equipamento verifica a presença de líquidos e seguimos com o paciente para a sala de cirurgia”, destaca.

O equipamento atende, em média, nove pacientes politraumatizados por dia no Centro de Trauma do Hospital de Base. O atendimento da Emergência no hospital é 24 horas. A equipe trabalha por plantões. São feitos rotineiramente cursos e especializações para treinar os profissionais do Trauma para atenderem cada vez mais com qualidade e precisão.

Dados

A principal causa de morte em Brasília, para pessoas com idade inferior aos 40 anos, está relacionada ao trauma, que é responsável, também, por um terço das internações em unidades de terapia intensiva.

Por Alessandra Franco, Agência Saúde DF