Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/11/12 às 17h04 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Atendimento da Clínica da Família do Recanto das Emas começa hoje

Agentes comunitários mostrarão a nova unidade aos moradores da cidade

Os moradores do Recanto das Emas ganharam reforço nos serviços de saúde. Começou a funcionar nesta quinta-feira (22),  o atendimento da nova Clínica da Família da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, localizada na Quadra 104/105. Sete equipes multiprofissionais instaladas no local vão oferecer consultas médicas (adultos e crianças), além de serviços de enfermagem, pré-natal e saúde bucal. A nova clínica traz uma novidade para a população.

Todos os moradores que se dirigirem ao local na primeira semana de funcionamento serão convidados a conhecer o serviço por meio de um tour promovido por agentes comunitários de saúde, que culminará com uma palestra com médicos e enfermeiros da Estratégia Saúde da Família que irão atuar no local. A ideia surgiu porque ficou constatado em experiências anteriores, que muitas vezes o paciente reclama do serviço porque não sabe ao certo onde buscar atendimento.

O tour pela clínica funcionará simultaneamente ao atendimento com agenda aberta. Todos os pacientes  serão atendidos e depois  encaminhados ao seu local de referência, onde farão o tratamento definitivamente. Isso ocorrerá até que as sete equipes formadas por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde estejam com as agendas prontas e passem a atender por meio de marcação prévia.

Para o gerente da clínica, Santiago Tadielo Rossa, a informação é ponto fundamental para que o paciente se sinta seguro e desenvolva uma relação de confiança com a equipe que o assiste. Segundo ele, com  a visita supervisionada, grupos de dez a 15 pessoas poderão conhecer os consultórios médicos, consultórios odontológicos, salas de medicação e curativos, farmácia e os serviços oferecidos no local. No auditório  terão contato com os profissionais das sete equipes multiprofissionais que atenderão na unidade além de saber, de acordo com o endereço de moradia, se  vão ser atendidos na clínica   ou por outras equipes.

Quando o morador pertencer a uma quadra que não esteja na área de abrangência será orientado a procurar a equipe que atua em sua área de residência. A nova clínica atenderá aos moradores das quadras 103 e 104, 105,106 e 107, 108, 109 e 110, 205 e 206, 300 e 301 e 406 e 407 do Recanto das Emas.

De acordo com o coordenador geral de saúde do Recanto das Emas, Fábio Alauri Sabino, a Clínica da Família é mais um avanço obtido com a implantação da Estratégia Saúde da Família (ESF), que com a nova unidade  chega a 60% de cobertura na cidade. “Saímos de um período de mais de 15 anos quando o Recanto das Emas contava com apenas dois centros de saúde e caminhamos rapidamente para uma rede montada em diversos níveis assistenciais, com uma UPA e 23 equipes do Saúde da Família, de um total de 36  previstas para atuarem na cidade, além de outras duas Clínicas da Família que já estão a caminho”, revela. Segundo Fábio Alauri, a segunda Clínica da Família do Recanto já começou a ser construída na quadra 110, onde trabalharão três equipes de profissionais da Estratégia Saúde da Família. A terceira, que contará com cinco equipes, será erguida na quadra 308 e já está com a fundação concluída.

A Clínica da Família do Recanto das Emas conta com médicos da família, enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas e técnicos de saúde bucal. As instalações incluem 12 consultórios, sete gabinetes odontológicos, além de salas para nebulização, vacinas, curativo, medicação e farmácia para dispensação de medicamentos. Além disso, o prédio possui instalações adaptadas para portadores de necessidades especiais e espaço para palestras. Cada unidade tem um custo de cerca de R$ 2 milhões.

De acordo com a subsecretária de Atenção Primária à Saúde, Rosalina Sudo, a atual gestão da SES prioriza a atenção básica, levando a assistência para perto da população. São 158 equipes atendendo a população em várias regiões administrativas, o que corresponde a 30% de cobertura em todo o DF.


Arielce Haine