Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/11/12 às 18h48 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Comissões hospitalares auxiliam na organização de serviços do HRG

O Hospital Regional do Gama  conta com 16  comissões  hospitalares,  criadas com o objetivo de melhorar as atividades de assistência aos pacientes e os processos de trabalho interno. As atividades servem como instrumento de gestão oferecendo subsídios a Diretoria de Atenção à Saúde. As comissões são compostas por profissionais com a responsabilidade de analisar e produzir dados e protocolos dentro de suas especificidades.

Segundo o coordenador Geral de Saúde, Robson Umbelino Brito, as reuniões com os grupos contribuem para elaboração de planos de ações com base nos trabalhos desenvolvidos por cada equipe. “O levantamento dos problemas e as sugestões são apresentadas e discutidas nas reuniões  e no colegiado de gestão. Isso faz com que  a Coordenação  possa oferecer mais qualidade nos serviços e na assistência oferecida aos usuários”, informou.

São as seguintes comissões constituídas e atuantes no HRG:

 – Comissão de Óbitos: analisa os óbitos, os procedimentos e condutas profissionais.

-Comissão de Revisão de Prontuários: propõe melhorias na qualidade dos registros e anotações para a elaboração do prontuário clínico com base na segurança do paciente, no padrão de qualidade prestado pelos profissionais e proporciona dados para pesquisa e estudos científicos.

-Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA): responsável em promover a prevenção de acidentes e doenças ocasionadas no trabalho visando à saúde dos trabalhadores do HRG.

-Comissão de Ética Multidisciplinar: Trabalha aspectos referentes ao exercício profissional, no desempenho com base na ética profissional.

-Comissão da Farmácia e Terapêutica: responsável por formular e supervisionar a política de uso seguro e racional de medicamento no hospital, assegurando  resultados clínicos satisfatórios, com risco potencial mínimo e ao menor custo possível.

– Comissão Multidisciplinar de Terapia Enteral e Parenteral: promove o aprimoramento na assistência nutricional no processo de hospitalização e o controle sistemático do uso de dietas.

– Comissão Intra–Hospitalar e Transplante de Órgão: Gerencia os processos de captação de órgãos.

-Comitê Transfucional:  busca melhorar a qualidade do atendimento ao paciente internado com indicação de transfusão de hemocoponentes e hemoderivados.

-Comissão de Controle  de Infecção Hospitalar: responsável pelas ações e pelos processos educativos que visem o controle e a  prevenção de doenças no ambiente hospitalar.

-Comissão Interna de Biossegurança: Propõe padronização de conduta referente a boas práticas de segurança nas atividades de saúde.

– Comissão de Gerenciamento de Resíduos dos Serviços de Saúde: Tem como objetivo, o planejamento a  educação e o controle da gestão de resíduos, a criação e análise de indicadores do processo de gerenciamento de resíduos.

-Comissão de Residências em Saúde: Responsável pela avaliação e acreditação dos programas de residência multiprofissional em saúde de acordo com os princípios e diretrizes do SUS e que atendam os aspectos sóciosepdemiológicos da população assistida no HRG.

– Comissão de Mortalidade Materna e Neonatal: Avalia e notifica todos os óbitos maternos e neonatais ocorridos  e propõe medidas que possam reduzir estas intercorrências.

– Comissão de Documentação Médica e Estatística: promove medidas para os processos de controle e elaboração de dados estatísticos, arquivamento e recuperação de documentos.

-Comissão de Proteção Radiológica: Propõe ações voltadas à radioproteção no ambiente de trabalho.

– Comissão de Processamento de Produtos para a  Saúde:  promove medidas  sobre o processamento de produtos para saúde e  reúne as etapas de limpeza, inspeção, preparo acondicionamento, desinfecção ou esterilização, embalagem, armazenamento, transporte e distribuição dos instrumentos utilizados em cirurgias e na assistência ao paciente.

Eliane Simeão