Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/09/19 às 10h22 - Atualizado em 4/09/19 às 16h11

Comunidade rural do Paranoá ganha ponto de apoio à UBS 2

Atendimento será às segundas e quartas, das 8h às 16h

 

A comunidade rural de Sobradinho dos Melos, localizada na região do Paranoá, ganhou um Ponto de Apoio à Unidade Básica de Saúde (UBS) 2 do Paranoá. Com isso, moradores não precisarão mais se deslocar por cerca de 20 quilômetros em busca de atendimento na Atenção Primária.

 

A entrega da unidade foi feita na noite desta terça-feira (3), com a presença de toda a comunidade. “A entrega de hoje tem a participação da Associação dos Produtores Rurais de Sobradinho dos Melos e de Capão da Onça. Tudo o que é feito em parceria tem mais amor e sustentabilidade”, disse o secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

 

O ponto de apoio funcionará às segundas e quartas-feiras, das 8h às 16h, com início imediato das atividades. Cerca de mil pessoas devem ser atendidas nesta unidade.

 

A família de  Maria de Rosário dos Santos está neste público. Com uma bebê de cinco meses, diz se sentir mais tranquila com o atendimento perto de casa. “Mesmo de carro, ainda era uns 20 minutos até chegar à unidade. Agora, fica do lado de casa”, comemorou.

 

O ponto de apoio conta com um consultório, uma sala de acolhimento e uma de procedimentos. Serão realizados atendimentos médico e de enfermagem para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes. Terá, também, uma vez por semana, vacinação volante.

 

DOAÇÃO – Durante a entrega do ponto de apoio, a Secretaria de Saúde recebeu a doação de dois espaços para instalação de novas unidades de saúde, nos núcleos rurais do Café sem Troco e de Rajadinha.

 

“O governador fará todos os esforços possíveis para aumentar a equipe de saúde de toda a secretaria para ter profissionais nas unidades que serão construídas nesses locais doados”, disse o vice-governador, Paco Brito, representando Ibaneis Rocha na solenidade de entrega.

 

O administrador regional do Paranoá, Serginho Damasceno, destacou que essa região rural estava esquecida há anos, mas, agora, está ganhando força. “Vendo o rosto de todos da comunidade, é possível ver que, unidos, conseguimos fazer muita coisa”, destacou Serginho.

 

Para a líder comunitária Josefa Moraes, mais conhecida como dona Zefinha, foi uma surpresa receber essa unidade agora. “Há pelo menos uns cinco anos, a gente lutava por esse local, mas só ouvia promessas e desculpas. Quase não acreditei quando vi isso pronto”, celebrou ela, no alto dos seus 93 anos de idade.

 

 

Alline Martins, da Agência Saúde 

Fotos: Mariana Raphael/Saúde-DF
Comunidade rural do Paranoá ganha ponto de apoio à UBS 2