Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/01/20 às 13h59 - Atualizado em 28/01/20 às 17h18

Curso de acolhimento recebe mais de 100 novos servidores da Saúde

Profissionais foram nomeados entre novembro e dezembro do ano passado

 

Mais de 100 servidores da Secretaria de Saúde participaram, nesta terça-feira (28), do curso de acolhimento para ambientar os novos profissionais a todo o organograma e complexidade da pasta. Eles foram nomeados nas edições do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) de 28 de novembro, 13 e 19 de dezembro, para reforçar a assistência à população.

 

“Como comparecem em torno de 100 servidores, é uma estatística boa. Trabalhamos com uma média de 50% de presença e, desta vez, tivemos entre 60% a 70%. Ou seja, estamos fazendo uma boa comunicação para atrair esses servidores, que são de todos os níveis. Desde médicos a técnicos”, explicou o gerente de Educação em Saúde, Ysday Custódio.

 

O evento, realizado no auditório do edifício-sede da pasta, contou com apresentação musical dos servidores da Subsecretaria de Gestão de Pessoas (Sugep) e palestras sobre direitos e deveres dos servidores, qualidade de vida no trabalho, carga horária, motivação, entre outros temas.

 

Um dos palestrantes foi o master coach e enfermeiro da Gerência de Educação em Saúde (GES), Newton Alex. “O nosso maior legado é ajudarmos a população. Nossa função é promover a saúde e trabalhar a prevenção. E sempre é bom ressaltar: quem faz a diferença no nosso ambiente de trabalho somos nós”, enfatizou.

 

 

Para o pediatra Ricardo Fonseca, que tomou posse em janeiro, o curso de acolhimento é importante para introduzir os novos servidores

à pasta. “Essa é a minha primeira matrícula e

nunca tinha feito parte do serviço público. Não conhecia a magnitude da Secretaria de Saúde e tudo que ela pode proporcionar ao servidor. Para mim, está sendo muito útil”, elogiou.

 

Já a técnica de contabilidade Andressa Silva acredita que o acolhimento garante uma nova visão para os novatos. “Mais do que passar em um concurso e ter estabilidade, o curso mostra que estamos aqui para servir a população e melhorar os atendimentos”, ressaltou.

 

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF