Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/10/19 às 14h21 - Atualizado em 21/10/19 às 14h22

Dia D vacina mais de 2 mil crianças contra o sarampo

COMPARTILHAR

Ao todo, 16.731 compareceram, mas a maioria já estava vacinada

 

Das 16.731 crianças de até cinco anos de idade que foram levadas às unidades básicas de saúde (UBS) no Dia D contra sarampo, no último sábado (19), apenas 2.228 precisaram ser vacinadas com a Tríplice viral, o que representou 13,32% da demanda, na ocasião. A maioria não tomou a dose da vacina porque já estava com seus cartões atualizados contra sarampo, caxumba e rubéola.

 

“Esperávamos que as crianças maiores de dois anos já estivessem vacinadas e que a maioria dos vacinados fossem os menores de um ano e as crianças de 12 e 15 meses. Isso se confirmou no Dia D. Quanto menos precisarem se vacinar, significa que mais pessoas estão com a vacina em dia”, informou a técnica de Imunização da Gerência de Vigilância das Doenças Imunopreveníveis de Transmissão Hídrica e Alimentar, Fernanda Ledes.

 

Desde o dia 7 de outubro, quando a campanha nacional contra o sarampo teve início, até 19 de outubro, 33.509 crianças compareceram às salas de vacinação em todo o Distrito Federal. Desse total, 7.073 precisaram ser vacinadas, o que representou 21,11% do público que procurou pela Tríplice viral.

 

Conforme os dados parciais da Secretaria de Saúde, o DF está com uma cobertura vacinal de 87%, considerada boa pelos técnicos da pasta. Para esta campanha, a expectativa é atualizar a caderneta de todas as crianças que ainda não tenham tomado uma ou mais doses.

 

“É importante lembrar que a vacina Tríplice viral está na rotina dos serviços e continuará disponível em todas as salas de vacinação, mesmo quando não estivermos mais em campanha”, ressaltou Ledes.

 

CAMPANHA – A campanha, realizada em todo o país, pretende aumentar a cobertura e proteger a população – em especial os bebês menores de um ano, público de maior vulnerabilidade. A eles é administrada a dose zero, que não substitui a Tríplice aos 12 meses de idade (1ª dose) e aos 15 meses (2ª dose).

 

A segunda etapa acontecerá entre os dias 18 e 30 de novembro e será voltada aos adultos jovens com idade entre 20 e 29 anos. O Dia D desta fase está marcado para 30 de novembro.

 

DOENÇA – O sarampo é uma doença viral aguda de alta transmissibilidade. É suspeito de ter a patologia todo indivíduo que apresenta febre alta acima de 38,5ºC e manchas avermelhadas pelo corpo, acompanhadas de um ou mais dos seguintes sinais e sintomas: tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite, independentemente da idade e da situação vacinal.

 

No Distrito Federal, há 162 casos suspeitos notificados, 43 em investigação e três foram confirmados.

 

Leandro Cipriano, da Agência Saúde
Fotos: Mariana Raphael/Saúde-DF