Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/04/15 às 10h53 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho

COMPARTILHAR

Prevenção de acidentes de trabalho foi o tema principal abordado

BRASÍLIA (30/4/15) – O Centro Distrital de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/DF) participou na última terça-feira (28), do evento sobre o “Dia Mundial de Segurança e Saúde No Trabalho”, que aconteceu no auditório da Fundacentro – órgão do Ministério do Trabalho e Emprego.

A solenidade fez parte de um calendário de eventos que atendem às orientações da Organização Internacional do Trabalho (OIT), cujo tema para este ano discute a construção de uma cultura de prevenção em segurança e saúde no trabalho. No dia 28 de abril também é alusivo ao Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho.

A cerimônia contou com a presença de autoridades e representantes do Estado e de empregadores e trabalhadores, que apontaram em seus discursos os avanços alcançados na área de saúde e segurança do trabalho. Contudo, enfatizaram a necessidade de investimentos para implementação das melhorias na área, especialmente no que se refere à educação dos trabalhadores, dos empregadores, dos sindicatos, profissionais da saúde e jovens que vão ingressar no mercado de trabalho.

Durante o evento o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, Dr. Mário Caron, destacou a triste realidade dos acidentes de trabalho no Brasil e relembrou a importância das ações conjuntas entre diversos órgãos do Estado e Sociedade Civil, a exemplo do Grupo de Trabalho Interinstitucional GETRIN/TRT/DF, cujo objetivo é implementar programas e ações voltados para prevenção dos acidentes e agravos relacionados ao trabalho.

A Diretora do Cerest/DF, Cláudia Magalhães, também corroborou o cenário da saúde e segurança do trabalho no Brasil e no Distrito Federal, pontuou as ações desenvolvidas pelo Cerest e finalizou seu discurso reforçando o convite para melhoria das parcerias intra e intersetoriais na busca da efetiva implementação de política de saúde e segurança do trabalho.

“A essência da educação em relação à prevenção é que as pessoas precisam conhecer para poder se prevenir. Assim como qualquer outra doença onde, tanto os pacientes, quanto os profissionais de saúde precisam conhecer os agravos para poder orientar a prevenção, as doenças relacionadas ao trabalho também devem ganhar um olhar atento. Então esse é o nosso desafio, a educação do trabalhador e dos profissionais de saúde”, destacou Cláudia.