Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/10/13 às 19h45 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

Distrito Federal recebe 33 estrangeiros pelo Programa Mais Médicos

COMPARTILHAR

Especialistas atuarão nas Unidades Básicas de Saúde

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF) realiza até sexta-feira (1º), no auditório da Academia de Polícia Federal, o acolhimento dos 33 médicos estrangeiros que irão atuar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do DF.

“Queremos aprender muito com vocês. Contamos com cada um para a organização desse trabalho. Proponham uma forma de atuar que seja mais apropriada”, declarou a subsecretária de Atenção Primária à Saúde, Rosalina Sudo.

No acolhimento são apresentados temas como histórico da SES/DF, Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), organograma da Subsecretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS), programas como Saúde da Família e Saúde da Comunidade, entre outros.

Graduada em medicina no ano de 1989, Gladys Quiala Kindelán deixou a mãe e duas filhas em Guantânamo, para vir ao Brasil pelo Programa Mais Médicos do Governo Federal. Formada pelo Instituto de Ciências Básicas e Preclínicas Victoria de Girón e, posteriormente, pela Faculdade em Ciências Médicas de Guantânamo, Gladys atuou em assistência médica durante quatro anos na Venezuela. “Penso no trabalho integrado, entre cubanos e brasileiros, para diminuir os indicadores de mortalidade materna e enfermidades infecto-contagiosas. Não queremos competir, queremos ajudar e trabalhar”, comentou.

Com 25 anos de experiência profissional, a médica Idania Santiesteban Garrido também deixou a família em Cuba para participar do Mais Médicos. Formada pela Universidade de Ciências Médicas de Santiago de Cuba, Idania tem mestrado em Atenção Primária à Saúde. “Sinto-me contente, orgulhosa e feliz por fazer parte desse programa. Minha expectativa é ajudar o povo brasileiro, melhorar o estado de saúde da população e trabalhar com muito amor e carinho”, declarou.

Os 33 médicos estrangeiros atuarão nas seguintes nas Regionais de Saúde de Brazlândia, Ceilândia, Samambaia, Recanto das Emas, Gama, Santa Maria, São Sebastião, Planaltina, Sobradinho e Estrutural.

Patrícia Kavamoto