Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/04/14 às 15h07 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Emergência de Ginecologia do Gama começa a atender por classificação de risco

COMPARTILHAR

O protocolo prioriza os casos de urgência da área

Mulheres que buscarem atendimento no pronto-socorro de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital do Gama, a partir desta terça-feira (1º), passarão a serem classificadas de acordo com o protocolo de Manchester. O objetivo é priorizar os casos ginecológicos de urgência e emergência e não seguindo a ordem de horário (chegada).

O serviço será realizado de segunda-feira a domingo, de 7h às 19h e de 19 às 11h, com um enfermeiro por turno. Por mês, mais de duas mil mulheres são atendidas na unidade sendo que no ano de 2013 foram computados mais de 28mil atendimentos.

“Com a classificação de risco vamos melhorar a assistência às pacientes com casos clínicos de maior prioridade. Temos uma grande demanda de pacientes que poderiam ser atendidas na atenção básica, mas procuram o pronto-socorro e que acabam sobrecarregando os nossos serviços. Agora vamos identificar quem realmente necessita de cuidados imediatos, não sendo mais necessário aguardar a ordem de chegada”, informou a enfermeira do pronto-socorro de ginecologia e obstetrícia, Carla Clotilde Carvalho.

A unidade de ginecologia do HRG conta com 57 ginecologistas, distribuídos entre o pronto-socorro, internação de ginecologia, maternidade, ambulatório, centro cirúrgico e sala de ecografia.

Por Eliane Simeão, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226