Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/04/18 às 18h50 - Atualizado em 30/10/18 às 15h19

Encontro reúne 170 profissionais de saúde

 

Secretário adjunto de Assistência à Saúde, Daniel Seabra, participou do encontro. Foto: Mariana Raphael

 

 

Servidores da Secretaria de Saúde tiveram presença maciça, nesta quinta (26), no V Encontro Distrital de Segurança do Paciente e Controle de Infecção, promovido pela Gerência de Risco em Serviços de Saúde, da Diretoria de Vigilância Sanitária do Distrito Federal.

 

Com o tema Medidas simples: qual o impacto?, o encontro reuniu 170 profissionais de saúde, entre gestores e lideranças de hospitais e clínicas de diálise e controladores de infecção, além de representantes dos núcleos de segurança do paciente.

 

“A escolha do tema foi baseada na necessidade de apresentar aos serviços que grandes mudanças podem ser promovidas por meio de medidas simples e de baixo impacto financeiro,” explicou a gerente de Risco em Serviços de Saúde, Fabiana Mendes.

 

O encontro, realizado das 8h30 às 12h, no auditório da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), buscou sensibilizar a comunidade hospitalar quanto ao impacto da adoção de medidas simples para a promoção da segurança do paciente, que não geram impacto financeiro, mas proporcionam mudança de comportamento e melhoria do processo de trabalho.

 

“Acredito que conseguimos fomentar a importância da participação dos profissionais e dos usuários de saúde na promoção da segurança do paciente”, afirmou Fabiana.

 

Entre as atribuições dos participantes do evento, destacam-se fiscalizar o cumprimento da regulamentação sanitária; orientar e monitorar os serviços de saúde do DF quanto às ações de controle de infecções relacionadas à assistência à saúde e segurança do paciente; e monitorar os processos de identificação, análise e investigação de eventos adversos e surtos de infecções relacionadas à assistência à saúde.

 

Oportunidade de compartilhar conhecimentos e práticas seguras, o evento teve, ainda, a participação do secretário adjunto de Assistência à Saúde, Daniel Seabra, de representantes do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, e dos núcleos de Segurança do Paciente e de Controle de Infecção Hospitalar.

 

TEXTO: Agência Saúde