Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/12/16 às 16h52 - Atualizado em 30/10/18 às 15h16

Equipe de atenção domiciliar da Região Centro Norte é premiada

COMPARTILHAR

Trabalho realizado com idosos da Casa do Ceará obteve certificado de excelência

BRASÍLIA (23/12/16) – A Gerência de Serviços da Atenção Domiciliar da Região de Saúde Centro-Norte do Distrito Federal obteve certificado de experiência de excelência pelo trabalho desenvolvido no cuidado aos idosos. O projeto “O Serviço de Atenção Domiciliar e a instituição filantrópica para abrigamento de idoso: um novo olhar para domicílio e rede de apoio” concorreu com cerca de 300 trabalhos de várias partes do país, apresentados no Seminário Nacional do I Mapeamento de Experiências de Excelência no Cuidado à Pessoa Idosa no Contexto Domiciliar.

O encontro ocorreu no início de dezembro e foi organizado pela Organização Pan-Americana de Saúde, Organização Mundial de Saúde, Fundação Oswaldo Cruz e Ministério da Saúde. Para a gerente de Serviços de Atenção Domiciliar da Região Centro-Norte, Vanessa Carvalho, o prêmio é uma conquista para a equipe.

“Ter tido uma experiência premiada tornou-se um fator motivacional para os servidores na realização de um trabalho com uma qualidade cada vez maior e mais inovador, o que, na prática, acaba beneficiando ainda mais a assistência ao paciente”, ressaltou Vanessa.

O projeto fala sobre o trabalho de atenção domiciliar desenvolvido com idosos da Casa do Ceará. Segundo Vanessa Carvalho, o objetivo foi mostrar que é possível realizar este tipo de atendimento em diversos domicílios, inclusive os coletivos, que na prática é o lar dos idosos, fato este que não era ainda considerado pelas outras equipes de atenção domiciliar em todo o Brasíl.

“Além disso, mostramos, através deste trabalho, que as equipes de atenção domiciliar podem ter um papel fundamental na construção de redes de apoio, ao conseguirmos levar os cuidadores dos nossos pacientes internados em domicílios privados para conhecer o abrigo e se tornarem integrantes da rede de apoio dos idosos que lá residem”, explicou a gerente.

NÚMEROS – Desde janeiro de 2008, quando os atendimentos domiciliares a esses pacientes iniciou-se na Região Centro-Norte, mais de 400 pessoas já foram atendidas por esta equipe. Atualmente, 101 pacientes estão ativos. Destes, 83 são idosos.

Leia também...