Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/09/20 às 12h08 - Atualizado em 17/09/20 às 14h01

Equipe do Caps AD de Ceilândia faz ação alusiva ao Setembro Amarelo

COMPARTILHAR

Ação ocorre nos semáforos da cidade com foco na divulgação dos serviços de saúde mental

 

ÉRIKA BRAGANÇA

 

Em alusão ao Setembro Amarelo, mês de prevenção ao suicídio, a Região de Saúde Oeste faz ação nesta quinta-feira (17), para sensibilizar e informar sobre os serviços em saúde mental que a região oferece. A atividade ocorre nos semáforos da avenida principal de Ceilândia. No local, 16 servidores e residentes exibem faixas e distribuem kits informativos para os motoristas.

 

Ação foi desenvolvida por servidores do Caps AD de Ceilândia e residentes de saúde mental – Foto: Divulgação/SES-DF

Devido à pandemia e a dificuldade de realizar ações internamente nas unidades com público, a ideia dos servidores e residentes foi levar as ações para um local em que fosse aberto e tivesse uma maior circulação de pessoas, sem aglomeração. Os kits entregues nos semáforos contêm informações e contatos das unidades que atendem a localidade e o telefones de emergência como o Centro de Valorização à Vida (CVV) – Quero conversar, que possui telefone, chat e salas on-line para ajudar as pessoas.

 

Marciene Queiroz, médica e gerente do Caps Ad de Ceilândia, conta sobre as conquistas do mês de setembro na unidade que presta serviço há 12 anos. De acordo com a profissional, os atendimentos aumentaram e todos foram orientados a abordar o tema diariamente. Desde os atendimentos individuais quanto aos internos.

 

“Este é um momento de valorização da vida e de muito trabalho de sensibilização porque é um tema delicado que exige um tratamento nas informações. Diferentemente dos outros anos, esse exigiu uma estratégia nova que não envolvesse aglomeração. Nosso principal objetivo foi alcançar o maior número de pessoas sem ferir o distanciamento que a Covid-19 exige. O trânsito foi essa opção e o momento que podemos marcar de forma positiva a atuação da saúde junto à população com contatos de onde essa pessoa pode procurar ajuda na rede pública”, explica.

 

Kits entregues aos motoristas nos semáforos de Ceilândia – Foto: Divulgação/SES-DF

O Caps Ad Ceilândia também recebeu painéis informativos e cartazes com dizeres que valorizam a vida. As pessoas já chegam e têm uma informação que dá esperança. A gestão da unidade comemora a ação e elogia os profissionais engajados. Rogério Tavares, diretor da Atenção Secundária da Região de Saúde Oeste, destaca o empenho dos profissionais em chegar até a população e trabalhar o tema de maneira assertiva.

 

“São ações como essa que ajudam a dar visibilidade às nossas unidades de atendimento. Hoje, de alguma forma, estamos ajudando alguém mesmo que para o futuro, passamos a informação sobre os nossos atendimentos e unidades de apoio. Nosso Caps funciona 24 horas e aumentamos o número de atendimento mesmo com a pandemia. Além disso, recebemos cestas básicas para pacientes e internados que ficam até 14 dias para desintoxicação. Colocamos faixa, cartazes e informações sobre valorização da vida e dicas de saúde mental”, afirma.

 

As ações do Setembro Amarelo continuam nas unidades da Secretaria de Saúde sob a orientação da Diretoria de Serviços de Saúde Mental que realiza, a partir desta quinta-feira, a IX Jornada de Prevenção do Suicídio do DF, de forma on-line, pelo canal do Youtube Por + Saúde Mental. O trabalho visa o fortalecimento da atuação das redes de atenção à saúde na prevenção ao suicídio.

 

Veja a programação completa:

 

Érick Alves

 

EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

REVISÃO: JULIANA SAMPAIO