Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/01/21 às 17h25 - Atualizado em 18/01/21 às 15h52

Exército sanitiza áreas de circulação do Hran

COMPARTILHAR


Ação de desinfecção traz mais segurança para pacientes e servidores da unidade

 

JOHNNY BRAGA, DA AGÊNCIA SAÚDE DF

 

Militares do Exército Brasileiro sanitizaram e desinfectaram todas as alas de circulação do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), na manhã desta sexta-feira (15). O serviço foi realizado a pedido da superintendência da Região de Saúde Central. Nove soldados percorreram as alas higienizando-as com uma solução composta por álcool 70% e hipoclorito de sódio.

 

Os militares que participaram da ação e o superintendente Luciano Gomes na lateral direita – Foto: Divulgação/SES-DF

As alas de internação cirúrgica, internação Covid, pronto-socorro, radiologia, laboratório, corredores de acesso e portaria foram sanitizadas. Com os militares, as equipes de limpeza que atuam na unidade enxugaram os locais desinfetados.

 

“Essa ação para desinfecção do Hran, que é um hospital referência no atendimento a pacientes com Covid-19, tem o objetivo de trazer segurança para pacientes e servidores. Buscamos essa parceria com o Exército para higienizar essas alas e aumentar a segurança dentro da unidade”, explica o superintendente da Região de Saúde Central, Luciano Gomes.

 

Corredor do sétimo andar foi sanitizado pelos militares do Exército – Foto: Divulgação/SES-DF

 

Hospital referência

 

O Hospital Regional da Asa Norte (Hran) tornou-se a unidade referência no atendimento a pacientes com Covid-19 no início da pandemia até o fim da sua fase mais crítica. No final de dezembro, a unidade voltou a atender pacientes portadores do coronavírus em todos prontos-socorros da unidade.

 

A Unidade de Queimados, cirurgias plástica e geral manteve os atendimentos a pacientes com ou sem o coronavírus. Dentro do Plano de Mobilização de Leitos Covid do DF, o Hran já possui 60 leitos de observação no térreo, que atendem o perfil de pacientes com Covid. Serão mobilizados outros 52 leitos de enfermaria, seis de UCI e 20 de UTI.

Leia também...