Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/12/12 às 20h03 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Expansão de Samambaia receberá a Carreta da Mulher

Em três semanas já foram realizados 2.100 exames Samambaia


Na segunda-feira, dia 10, a Unidade Móvel de Saúde da Mulher estará em outro ponto da cidade. Agora é a vez das moradoras da Expansão de Samambaia se beneficiarem com os serviços oferecidos. A carreta ficará no estacionamento da Gerência Regional de Samambaia, na QN 431, área especial 1.

De acordo com a diretora de Atenção Primária à Saúde da Regional, Paula Garcia de Araújo, o deslocamento da carreta proporcionará atendimento para uma comunidade mais distante. “A Expansão de Samambaia apresenta uma população em torno de vinte mil habitantes, que necessita dos serviços oferecidos. É um local distante e as moradoras estavam com dificuldades de se deslocarem a unidade”, explicou.

Durante três semanas ao lado da Administração, a Unidade Móvel realizou aproximadamente 2.100 exames, entre mamografias, ecografias e preventivos. Até o momento, foram detectados seis casos de alterações nos exames de mamografias, sugestivos de câncer de mama, além de alguns casos de nódulos na tireóide, pedras na vesícula, ovários policísticos, entre outros. A Unidade Móvel ficará em Samambaia até o dia 14 e esperam realizar ao todo 2.800 procedimentos.

A aposentada Maria Helena Fernandes, 62 anos, contou a satisfação em poder realizar seus exames, próximo de casa. “Gostei muito da presença da carreta aqui em Samambaia. É difícil fazer esses exames e são os que as mulheres mais precisam. Estão aparecendo muitos casos de câncer”, enfatizou.

Ana Paula da Silva Diniz, 26 anos, atualmente desempregada, fez preventivo e ecografia transvaginal no local. “Os profissionais foram excelentes, muito educados. Gostei da equipe e do atendimento de qualidade”, reconheceu.

Para o atendimento, a moradora precisa levar documento de identidade, CPF e cartão do SUS, que pode ser feito no local com o RG e o CPF. As mamografias podem ser feitas por para mulheres a partir de 40 anos e não precisa de solicitação médica; o preventivo, para aquelas que já tenham tido relações sexuais. As ecografias (tireóide, vias urinárias, abdômen total e superior, transvaginal, obstétrica, mamária e pélvica) necessitam do pedido médico.

O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 7 às 17h. São distribuídas 50 senhas por exame diariamente, sempre às 7h, totalizando 150 procedimentos por dia. A carreta já percorreu Ceilândia (Condomínio Pôr do Sol), Planaltina (Núcleo Rural Taquara), Cidade Estrutural, Paranoá (Itapoã), Sobradinho (Nova Colina), São Sebastião, Areal, Riacho Fundo II, Recanto das Emas, Planaltina, Ceilândia (Sol Nascente), Santa Maria, Gama e Brazlândia.

Iêda Oliveira