Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/02/12 às 17h09 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Força tarefa no combate à dengue em Planaltina

COMPARTILHAR

Uma mega operação contra a dengue foi realizada no último sábado, 11, em Planaltina. 00011695Determinada pelo GDF e comandada pela Secretaria de Saúde por meio da Subsecretaria de Vigilância à Saúde, a ação mobilizou um contingente em torno de 340 homens de diversos órgãos do Governo, além de máquinas e caminhões. Os bairros do Jardim Roriz, Vila Nossa Senhora de Fátima e Vale do Amanhecer, passaram por uma varredura em busca de focos do mosquito nas residências e quintais. O agentes de saude ensinaram como combater a doença, e efetuaram dedetização (fumacê), com bombas manuais, manejo ambiental e orientação preventiva à comunidade.

00011691O subsecretário de Vigilância à Saúde, José Carlos Valença destacou que o objetivo da ação era reduzir o número de mosquitos da dengue na localidade e, desta forma, evitar uma possível epidemia, já que os índices de infestação pelo Aedes Aegypti em Planaltina são preocupantes. Valença informou ainda que é feito um monitoramento semanal em todo Distrito Federal e nas áreas de maior risco são programadas ações, como a de sábado em Planaltina, envolvendo o remanejamento de servidores para atuar em mutirão no combate à doença.

Redução de casos

O subsecretário explicou também que devido essas ações, os casos de dengue em todo DF teve um recuo de 70%. A próxima cidade com altos índices de infestação do mosquito a receber o mutirão será São Sebastião, após o carnaval. “As ações do Governo terão sucesso se contar com o envolvimento e apoio de toda a sociedade no cuidado de limpeza e higiene de suas casas”, enfatiza Valença.

O coordenador da Diretoria do Programa de Prevenção e Controle da Dengue no DF, enfermeiro Ailton Domício da Silva, informou que a ação governamental foi possível com a participação de agentes ambientais de outras cidades para engrossar a força tarefa de combate à doença, sem prejuízo para o local onde esses servidores atuam. O mutirão contou também com o apoio do Corpo de Bombeiros do DF que cedeu seis ônibus para transporte dos agentes, SLU, Novacap, Geiplandengue, Administração de Planaltina e Regional de Saúde local.

Ailton Domício afirma que o GDF está fazendo o seu papel. “O importante é a sociedade entender que cada cidadão deve ser o primeiro agente no combate à dengue e cuidar do seu ambiente. O nosso trabalho deve ser complementar, aponta. Segundo ele, é inadmissível vivenciar uma epidemia, como a que tivemos em 2010, por uma doença que pode ser evitada. De acordo com Domício, as áreas de riscos em Planaltina são Arapoanga, Vila Vicentina, Vale do Amanhecer, Jardim Roriz e Vila Nossa Senhora de Fátima e a ação pode se repetir até que sejam eliminados todos os focos do mosquito.

00011693A Regional de Saúde de Planaltina participou do mutirão de sábado com o apoio de todas as 30 equipes do de Saúde da Família. Segundo a médica Mônica Rocha Rodrigues, diretora de Atenção Básica da Unidade são 19 equipes que atuam na área urbana e 11 equipes na zona rural, 24 equipes estão completas, mas outras seis equipes ainda aguardam para breve a chegada dos profissionais aprovados no último concurso da SES/DF. Os agentes comunitários do PSF realizam um trabalho contínuo de prevenção e combate a dengue, na centenária cidade e na área rural, a maior de todo o Distrito Federal.

Em 2010, Planaltina foi palco de uma epidemia de dengue. Dos 11.341 casos 00011694confirmados em todo o DF, 4.823 foram registrados na cidade. As ações do Governo e o trabalho realizado pelos profissionais de saúde do Hospital Regional, Vigilância Epidemiológica, grupo Geiplandengue e outros órgãos locais reduziu consideravelmente o número de casos da doença. No ano passado foram confirmados apenas 123 casos. Este ano, são 38 casos suspeitos e um caso confirmado, no mês de janeiro.

Antônio Caetano – SES/DF

Fotos: Herbet Vale