Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/07/15 às 12h18 - Atualizado em 30/10/18 às 15h12

Gama debate saúde pública com região metropolitana

COMPARTILHAR

Iniciativa destaca novas propostas para estreitar as relações entre as cidades do DF e entorno

BRASÍLIA (22/7/15) – A Coordenação Geral de Saúde do Gama promove, nesta quinta-feira (23), o segundo encontro com a Regional de Santa Maria, Regionais de Saúde de Luziânia, Valparaíso, Novo Gama, Jardim Ingá, Céu Azul e Cristalina e Cidade Ocidental, a partir das 9h, na sala de reuniões da Diretoria do Hospital do Gama.

A iniciativa pretende fazer um balanço das ações que foram pactuadas na primeira reunião, em junho, e discutir novas propostas para estreitar as relações entre as cidades do Distrito Federal e os municípios da região metropolitana, que encaminham pacientes para atendimento no Hospital Regional do Gama (HRG) e no Hospital de Santa Maria.

Conforme o chefe da unidade de clínica médica do HRG e organizador do evento, Eunilson Lima, o encontro é uma oportunidade para que todas as regionais de saúde estruturem o fluxo de atendimento de cada região. “Já começamos a organizar os protocolos de fluxo e contra fluxo de pacientes e teremos uma visão detalhada de como está o serviço de atenção básica e do atendimento das especialidades médicas em cada município”, informou o médico.

De acordo com Eunilson Lima, as ações que estão sendo trabalhadas pelas equipes são: melhorias nos mecanismos de comunicação; mapeamento das demandas de especialidades médicas ambulatoriais; otimização dos leitos de internação; estruturação dos serviços para melhorar a assistência aos pacientes crônicos que podem ser assistidos em domicílio; o aperfeiçoamento do fluxo e contra fluxo de pacientes que procuram as emergências; a implantação da carta de serviços de saúde de cada regional; e a efetivação do grupo como espaço permanente de discussões sobre a saúde de cada município.

HRG – O Hospital do Gama presta assistência para cidades do Distrito Federal, moradores de 25 municípios de Goiás, cinco de Minas Gerais e quatro da Bahia. Com o crescimento populacional da região metropolitana e a grande procura por assistência em saúde de moradores de Bahia e de Minas Gerais, a unidade de saúde passou a ser referência para quase um milhão de pessoas.

O serviço de emergência adulta é o mais procurado. Dados de 2014 apontam que foram realizados 259.456 mil atendimentos, sendo que 92.752 mil foram de pacientes com residência fora do DF, o que corresponde a 36% de casos atendidos no pronto socorro da unidade.

Moradores do Novo Gama foram os que mais buscaram assistência no HRG, resultando em 39.805 mil atendimentos, seguidos de Valparaíso de Goiás com 21.905, Luziânia somou 20.934, Cidade Ocidental com 6.099. Os demais municípios de Goiás, Minas Gerais e Bahia somaram 3.932 pessoas atendidas.

Leia mais:

Ceilândia e Gama ganharão novos hospitais

Dezesseis unidades de saúde do DF oferecem acupuntura a pacientes

 

Leia também...