Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/12/12 às 19h13 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Gama já conta com 68% de cobertura da Estratégia Saúde da Família

Atenção básica prioriza ações de promoção, proteção e recuperação da saúde dos usuários

Moradores da região do Gama foram beneficiados neste ano com a ampliação da cobertura da Estratégia Saúde da Família. O Gama tem uma população aproximada de 137 mil habitantes e agora 68 por cento da população – 93.529 mil pessoas – já contam com assistência da Estratégia Saúde da Família (ESF).

No início do ano, na zona rural, apenas 9.017 mil pessoas eram cobertas pelas equipes, o que representava 6,58 por cento de cobertura da atenção primária a saúde. De julho a setembro a Regional de Saúde recebeu 20 médicos de família, constituindo 20 equipes na área urbana, quatro equipes na zona rural e uma equipe destinada ao Presídio Feminino.

A Estratégia Saúde da Família oferece na atenção básica assistência mais resolutiva e humanizada, com prioridade para ações de promoção, proteção e recuperação da saúde dos usuários. A atenção vai do recém-nascido ao idoso de forma integral e com uma visão ampliada da comunidade onde está inserida.

Cada equipe de ESF é composta por um médico, um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem e cinco agentes comunitários para atendimento de uma população definida entre 3.500 mil a 4 mil pessoas. Segundo a Diretora de Atenção Primária a Saúde, médica Ilma Maria Souza Santos, com o novo modelo de atendimentos nas unidades básicas de saúde da cidade, a população é assistida por um médico generalista responsável pelos habitantes de sua área de abrangência. “Casos que necessitam de atendimento por um especialista, o tratamento tem como base a clínica ampliada, que oferece atenção completa ao usuário,” informou.

No Gama, com a implantação das ESF os serviços das unidades básicas funcionam da seguinte forma: O CSG01 é referência na área rural para Engenho das Lajes e Ponte Alta e na área urbana conta com três equipes de Estratégia Saúde da Família para o Setor Sul. O CSG02 é referência para DVO e tem mais três equipes de ESF para o Setor Sul, enquanto o CSG03 é referência para duas equipes do presídio feminino e mais três equipes na área urbana do Setor Leste. O CSG04 conta com três equipes no Setor Leste e o CSG05 tem uma equipe para atender o Setor Central. Referência para Ponte Alta Norte, o CSG06 tem também quatro equipes de ESF para a área urbana do Setor Oeste e o CSG08 conta com três equipes: uma para o Setor Central e duas para o Setor Norte. A Saúde da Família é uma estratégia definida pelo Ministério da Saúde, com base nos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Eliane Simeão