Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/13 às 17h01 - Atualizado em 30/10/18 às 14h57

Gama recebe seminário sobre o ponto eletrônico

Encontro discutiu importância e funcionamento do novo sistema

Servidores da regional de Saúde do Gama participaram, nesta terça-feira (16), do Seminário de Sensibilização do Ponto Eletrônico. O encontro ocorreu no auditório do hospital e contou com a presença do secretário-adjunto de Saúde, Elias Fernando Miziara, e da subsecretária de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde, Maria Natividade Gomes da Silva Teixeira.

Elias Miziara ressaltou, durante o seminário, o compromisso que os servidores têm com a sociedade e com o Estado. “O profissional de Saúde tem que cumprir a jornada de trabalho corretamente. A falta de um médico pode prejudicar o atendimento a população e sobrecarregar o outro profissional que cumpriu o seu horário. E a modernidade nos leva a aprimorar essa gestão e facilita esse controle”, explicou.

A subsecretária Natividade também destacou a importância do ponto eletrônico na gestão pública. “Além das questões ambientais da economia de papel da folha de ponto, o sistema eletrônico vai beneficiar os que trabalham corretamente e nos ajudar na reconstrução do nosso status de servidores perante a população”.

Segundo a Natividade, o processo de trabalho em Saúde é diferenciado e, por isso, os servidores devem ter uma conduta ética diante do seu compromisso de profissão. “Na nossa área, nós sempre trabalhamos em equipe e, justamente por isso, é importante que todos os profissionais permaneçam no trabalho o tempo correto. Isso aumenta a produtividade e a qualidade do serviço para o paciente”, concluiu.

Após as duas palestras, os servidores puderam tirar dúvidas sobre a instalação e o funcionamento do ponto eletrônico na regional de Saúde. O seminário está ocorrendo em todas as regionais para explicar a importância do novo processo eletrônico. O ponto eletrônico já foi instalado na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Hospital de Base e no Hospital Regional da Asa Norte. Nos próximos meses as demais unidades receberão o sistema.

Rafaela Marrocos