Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/09/21 às 16h47 - Atualizado em 3/09/21 às 11h41

General Pafiadache revoga verba de representação para a diretoria executiva do Iges-DF

Os efeitos da Resolução 4/2021 foram revogados em primeiro ato após assumir a Secretaria de Saúde

 

DA REDAÇÃO

 

Após assumir o comando da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, o primeiro ato do general Pafiadache junto ao Conselho de Administração do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) foi a revogação dos efeitos da Resolução 04/2021, referente à concessão de verba de representação aos diretores que compõem a diretoria executiva do Iges-DF.

 

A decisão foi unânime entre os membros conselheiros presentes na 29ª Reunião Extraordinária, que ocorreu na última segunda-feira (30). A revogação foi assinada pelo general Pafiadache nesta quarta-feira (1º/9).

 

A Resolução 04/2021 autorizava o pagamento de verba de representação, de natureza indenizatória, não salarial, de caráter administrativo, para ajuda de custo aos diretores estatutários que compõem a Diretoria Executiva do Instituto.

 

O pagamento proposto na Resolução 04/2021 seria feito da seguinte forma: o diretor presidente receberia R$ 6 mil; o diretor vice-presidente, R$ 5 mil e; o diretor executivo, R$ 4 mil. O documento tinha sido assinado pelo ex-secretário, Osnei Okumoto, em 17 de setembro.

 

Segundo o Iges-DF, nunca ocorreu o pagamento da verba de representação aos diretores. A deliberação sobre essa concessão estava condicionada à regularização de todas as dívidas do Instituto.