Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/10/21 às 18h49 - Atualizado em 28/10/21 às 18h50

Governador e secretário inauguram PET-CT do Hospital de Base

Equipamento permite o rastreio e diagnóstico de alguns tipos de cânceres com maior precisão por meio de tomografia computadorizada

CAMILA HOLANDA, DA AGÊNCIA SAÚDE-DF | EDIÇÃO: JOHNNY BRAGA

 

O Governo do Distrito Federal inaugurou, nesta quinta-feira (28), o equipamento PET-CT instalado no Hospital de Base. Trata-se de uma máquina de Tomografia Computadorizada por Emissão de Pósitrons que, desde 2013, aguardava instalação no Núcleo de Medicina Nuclear do HB. A partir de agora, os pacientes da rede pública contam com mais um serviço de exame de imagem de última geração que pode diagnosticar alguns tipos de cânceres.

 

Foto: Davidyson Damasceno/Iges-DF

“Esse aparelho estava parado nos corredores do hospital há quase 10 anos e, graças ao trabalho do general Pafiadache e do general Gislei, conseguimos realizar a instalação e agora o aparelho está pronto para atender a população do Distrito Federal”, comemora o governador Ibaneis Rocha durante a inauguração.

 

A entrega do PET-CT é bastante representativa para o general Manoel Pafiadache, que foi diretor administrativo do, então, Instituto Hospital de Base, entre 2018 e 2019. “Quando fui gestor aqui, montamos um grupo de trabalho, fizemos todas as tratativas e assinamos o contrato para a empresa realizar a adequação do espaço e a instalação do aparelho. É uma satisfação enorme inaugurar esse equipamento hoje”, conta o secretário.

 

Inauguração do equipamento PET-CT – Foto: Davidyson Damasceno/Iges-DF

O PET-CT realiza o PET Scan, um exame de imagem que avalia o metabolismo das estruturas corporais, sendo fundamental na avaliação de pacientes oncológicos. Quando bem empregado, o resultado do exame pode alterar a conduta médica em até 30% dos casos. “É um aparelho essencial, não existe oncologia sem PET-CT”, enfatiza Rodrigo Guimarães, chefe da Medicina Nuclear.

 

Ao todo, 18 colaboradores estão envolvidos na operação do aparelho, dentre médicos, farmacêuticos, físicos e administrativos. O equipamento tem capacidade instalada de realizar até 10 exames por dia, totalizando 2,6 mil exames por ano. “O PET-CT faz com que o diagnóstico seja mais preciso. Assim, além de levar melhores condições de tratamento para o paciente, traz economia de recursos para a Secretaria”, conclui o general Pafiadache.

 

Inauguraçaõ do PET-CT do Hospital de Base – Foto: Davidyson Damasceno/Iges-DF