Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/12/13 às 10h24 - Atualizado em 30/10/18 às 15h09

Profissionais do Hospital de Base auxiliam na recuperação de traumas e doenças graves

COMPARTILHAR

Grupos de terapia são formados por pacientes que passaram por tratamentos diversos

Os grupos de terapia são grupos formados por pacientes do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) que passam ou passaram por tratamentos e atendimentos diversos como: traumas, doenças crônicas, procedimentos invasivos como cirurgias de retirada de câncer, de partes reprodutoras sexuais, cirurgia de transplantes, mastologia, entre outros.

O método de psicoterapia busca investigar a similaridade entre as atitudes, pensamentos e experiências entre os participantes da reunião. A coleta de dados e a monitorização é realizada por um profissional da área de saúde mental. As pessoas reunidas ouvem depoimentos uns dos outros e se manifestam contando como e por que iniciaram a terapia em grupo, como iniciou e como é o tratamento, como é conviver com ele e com a doença.

“O objetivo principal dos encontros é o de favorecer o desenvolvimento de solidariedade, apoio, compartilhamento de experiências similares, fortalecimento de habilidades sociais. Todos esse fatores vão melhorar no enfrentamento da doença. A terapia em grupo é um método amplamente utilizado no contexto de saúde, pela sua eficácia no tratamento de doenças e por ampliar a quantidade de pacientes atendidos, o que diminui a espera por atendimento psicológico”. destaca a Psicóloga, Wenddie Dutra.

A média de atendimentos realizados no Núcleo de Psicologia do HBDF é de 336 pessoas atendidas por mês. A frequência dos encontros é quinzenal, com duração 1 hora e 30 minutos cada sessão. Os grupos são compostos de até 15 pessoas (por sessão). Atualmente, dentro das temáticas, existem 14 grupos.

Temáticas dos grupos

O Núcleo de Psicologia do HBDF oferece as seguintes temáticas:

– Homens – dor; homens-sexualidade; luto; maturescência (pessoas que estão na idade entre 40-60 anos, fase intermediária entre a adulta e a idosa); mulheres; mulheres-dor; psico-oncologia; psicossomática; transplante.

– Os grupos de 'Homens-dor'' e 'Mulheres-dor” são grupos de terapia que incluem pessoas que sentem dores crônicas provenientes de agravos crônicos diversos (reumatismo, fibromialgia, entre outros).

– Os grupos de “Homens-sexualidade” e “mulheres” oferecem apoio aos casos de pessoas que passaram por doenças relacionadas à sexualidade (como as doenças sexualmente transmissíveis: AIDS, entre outras) ou que passaram por cirurgias nessas áreas ou que sofreram violências diversas.

– Os grupos de “Psico oncologia” são aqueles que lidam com pacientes (homens e mulheres) que sofrem de câncer, enfrentam a doença em todos os seus níveis: psicológico, cirúrgico, terapêutico, mudança de hábitos, entre outros fatores.

– Os grupos “Psicossomática” são aqueles voltados para pacientes que tem doenças com origens processos psicológicos ou mentais. São os casos de desfunções gastrointestinal (úlcera, gastrite, retocolite); respiratório (asma, bronquite); cardiovascular (hipertensão, taquicardia, angina); dermatológico (vitiligo, psoríase, dermatite, urticária, eczema); endócrino e metabólico (diabetes); nervoso (enxaqueca, vertigens); articulações (artrite, artrose, tendinite, reumatismos).

– As reuniões da “Maturescência” incluem pacientes que estão na fase intermediária da vida, entre 40 e 60 anos de idade e os impactos em todos os níveis que surgem nessa fase: emocional, profissional, relacionamentos, entre outros.
– As terapias do grupo “Transplante” são voltados para aqueles que sofreram perda de órgãos e ganharam novos órgãos e também para aqueles que doaram seus órgãos. Como será a nova vida dessas pessoas, desafios, dificuldades, transformações, entre outros pontos.

Os grupos são voltados para os pacientes de alta complexidade que fazem tratamento ou já fizeram tratamento noHBDF. As reuniões são quinzenais e realizadas no ambulatório do Hospital de Base.

Definição dos grupos e início da terapia

Os pacientes que procuram o Núcleo de Psicologia ou que são encaminhados por alguma especialidade do hospital, fazem uma triagem ou entrevista para a definição dos temas e grupos de acordo com a necessidade psicológica do paciente. A definição da modalidade terapêutica surge com a entrevista realizada pelos profissionais de Psicologia do HBDF.

As temáticas são definidas a partir de estudo realizado pelo Núcleo de Psicologia do HBDF diante das principais demandas dos pacientes que são encaminhados ou procuram o Núcleo. “A partir daí estabelecemos os temas e características dos grupos, que é importante, na medida que corresponde às necessidades mais comuns trazidas pelos pacientes”, acrescenta a Psicológa.

Por Alessandra Franco, da Agência Saúde DF
Atendimento à Imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226

Leia também...