Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/03/13 às 20h45 - Atualizado em 30/10/18 às 14h58

HMIB recebe comitiva do Chile

Aleitamento materno no DF é modelo para outros países

O Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) recebeu nessa quarta-feira (27) uma delegação do Ministério da Saúde do Chile. O objetivo da visita, realizada por intermédio da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) no Brasil, foi conhecer a estratégia Amamenta e Alimenta Brasil, o funcionamento do Banco de Leite Humano/BLH e a iniciativa do Hospital de Ensino com os programas de residência.

Participaram da visita o médico Oscar Suriel, membro da OPAS e também membro do Ministério da Saúde do Chile, as médicas Heather Strain e Cecília Reyes Acuña, também membros do Ministério da Saúde do Chile, Jane Standem, neonatologista do Hospital Gustavo Fricke Viñadel Mar, Tatiana Coimbra e Fernanda Monteiro representantes da área técnica da Saúde da Criança do Ministério da Saúde do Brasil. A delegação foi recepcionada pela coordenadora dos Bancos de Leite da Secretaria de Saúde, Míriam Santos.

A visita técnica da comitiva do Chile ao HMIB é parte de um roteiro que incluiu além do hospital, o centro de saúde da Vila Planalto, a sala de amamentação da Anvisa e, no Rio de Janeiro, a Fundação Fiocruz.

Segundo Míriam Santos, a visita resultará em parceria futura. “A comitiva ficou encantada com o trabalho de humanização feito na rede pública de saúde do DF, em especial no HMIB, principalmente a questão da permissão do acompanhante durante todo o processo do pré-parto, parto e pós-parto e a possibilidade de cuidar da criança ao idoso em um só lugar. Eles enviarão outros profissionais para aprender conosco”, afirma Miriam.

Para a coordenadora geral de Saúde da Asa Sul, Roselle Bugarin Stenhouwer, a presença da comitiva reforça a busca constante pela melhoria da assistência em saúde do Brasil. “Fico feliz em saber que o nosso trabalho é reconhecido, inclusive fora do nosso país. Já recebemos visitas do México, Iraque, Haiti, Estados Unidos e Cuba”, relata Roselle.

Ana Luiza Greca