Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/03/14 às 15h32 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Hospital de Planaltina realiza curso sobre Suporte Básico de Vida

COMPARTILHAR

Treinamento habilita os profissionais a lidarem com situações de risco

Treinar o profissional de saúde quanto aos procedimentos a serem adotados em casos de acidentes, paradas cardiorrespiratórias, engasgamentos e qualquer outra situação que comprometa as funções vitais de uma criança, é a proposta do curso Suporte Básico de Vidas em Pediatria.

O curso foi organizado pela enfermagem do HRPL, entre os dias 20 e 21 de março, das 8h às 18 horas, no auditório do hospital, para técnicos de enfermagem que atuam no pronto-socorro e na internação da pediatria.

O coordenador da Política de Humanização de Planaltina, Fábio Tomaz Silva, afirma que o treinamento habilita os profissionais de saúde a lidarem com situações de risco, e ensina quais os procedimentos em caso de reanimação cardiorrespiratória. “É importante observamos se a vitima apresenta ausência de movimentos respiratórios e de pulso, inconsciência sem resposta a estímulo, porque são os sinais que demonstram que a criança precisa desse atendimento”, explica.

Ressuscitação cardiopulmonar é o conjunto de manobras realizadas para estabelecer a ventilação pulmonar e a circulação sanguínea, tais como, respiração artificial e massagem cardíaca externa.

Os integrantes do curso aprenderãomanobras de Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) em crianças e lactantes (crianças abaixo de 1 ano), com o uso de bonecos; aplicação de choque elétrico com Desfibrilador Externo Automático (DEA); reconhecimento e condução de situações com grave risco de vida e utilização de equipamentos para ventilação.

Segundo o gerente de enfermagem do hospital de Planaltina, Cleber Neves Cunha, o profissional de saúde deve estar apto para realizar os primeiros cuidados e manter a pessoa viva. “Lembrando que a técnica deve ser aplicada conforme a idade”, relata.

Para a enfermeira supervisora do pronto-socorro do HRPL, Cássia Franco, o tempo, a agilidade são essenciais nesse momento para salvar vidas.

Por Tatiane Gomes, da Agência Saúde DF.
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226