Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/02/14 às 11h23 - Atualizado em 30/10/18 às 15h10

Saúde investe em modernização de equipamentos no HRAN

COMPARTILHAR

Deverá receber 12 mesas auxiliares e outros móveis

A Unidade de Pediatria do Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) recebeu, quinta-feira (19), 12 berços-maca para substituir os antigos. Os equipamentos, que servem de berço para repouso das crianças e maca para possíveis cirurgias, foram cedidos pela Gerência de Tombamento e Movimentação da Diretoria de Patrimônio da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (GTM/DPAT/SES-DF) ao hospital.

Além das novas macas, o HRAN também deverá receber, até o fim da próxima semana, 12 mesas auxiliares (que servem de suporte para ferramentas cirúrgicas), 15 armários para roupas e arquivos, 20 cadeiras de coleta de sangue, 6 bebedouros de parede e mais 10 berços com colchão. Os equipamentos serão distribuídos conforme a necessidade de cada setor do hospital.

Para a chefe da Unidade de Pediatria, Rosânia Araújo, os novos berços-maca são importantes para o serviço não só pela modernidade. “Além de novos e bonitos, os berços são versáteis e facilitam o nosso manuseio no dia-a-dia”, explica. Esses equipamentos contam com um sistema de retirada das cabeceiras transformando o berço em maca cirúrgica, quando houver necessidade.

Ela também diz que as imagens coloridas desenhadas nos berços servem para humanizar ainda mais o atendimento das crianças. “Isso ajuda a diminuir o doloroso processo de internação que existe em qualquer hospital. Nenhum adulto gosta de estar internado, quem dirá uma criança”, diz.

A vendedora Edna Rodrigues, mãe do Arthur (3 anos) que está internado na unidade, aprovou os novos berços. “Já é a segunda vez que eu interno o Arthur aqui no HRAN. Esses bercinhos com figurinhas dos desenhos que ele gosta ajudam a distrair ele para a doutora e as enfermeiras fazerem os procedimentos”, conta.

Outras modernizações

O coordenador do HRAN, Renato Teixeira, afirma que estes novos materiais já são o início de uma série de modernizações e reformas que estão previstas para este ano. “A primeira reforma que iniciamos foi a da Unidade de Queimados, que já está a todo vapor. O próximo setor a ser modernizado e ampliado será o Pronto Socorro, que necessita de reparos nos problemas que surgiram com os anos deste prédio (que já tem 29 anos)”, explica.

Ele também conta que, até o fim da próxima semana, outros importantes equipamentos devem estar disponíveis para uso no hospital. “Serão novas mesas para cirurgia, incubadoras, painéis de visualização de raio x, mesas e cadeiras odontológicas e armários para arquivos”.

Por Lucas Carvalho, da Agência Saúde DF
Atendimento à imprensa:
(61) 3348-2547/2539 e 9862-9226

 

Leia também...