Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/02/16 às 12h11 - Atualizado em 30/10/18 às 15h14

HRT oferece curso sobre aleitamento materno

COMPARTILHAR

Serão 40 vagas de curso para capacitar os servidores

BRASÍLIA (29/2/16) – O Núcleo de Educação Permanente em Saúde (Neps), do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), abre inscrições para o Curso de Capacitação para Manejo Clínico Adequado do Aleitamento Materno, Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) 2016. O público-alvo são os profissionais de saúde de nível médio e superior que atuam na Superintendência da Região Sudoeste (Taguatinga, Samambaia e Recanto das Emas) e trabalham diretamente com mãe e bebê. 

O evento acontecerá no auditório do hospital, 5º andar, nos dias 10 e 11 de março, das 8 às 18 horas, com intervalo do meio-dia às 13 horas. As inscrições poderão ser feitas até o dia 9 de março pelo telefone 3353-1007 ou pelo endereço eletrônico neps.hrt@gmail.com.

O curso vai abordar temas como a qualidade da saúde do bebê e da mãe, o processo de apoio às mães lactentes, a ordenha, a alimentação no copinho e o aleitamento materno como forma de prevenção de doenças e na promoção do crescimento e desenvolvimento infantil. Também faz parte do conteúdo programático os temas relacionados ao manejo adequado na amamentação, risco da introdução inadequada ou precoce de complementos, normas dos bancos de leite e utilização do leite humano pasteurizado, além dos mitos que norteiam o tema e os dez passos para o sucesso do aleitamento materno, entre outros.

Durante o curso, os alunos terão 20 horas de aulas expositivas, teórico-práticas e dinâmicas em grupo, e quatro horas de aulas práticas supervisionadas pelas equipes do banco de leite e da maternidade. As aulas práticas serão realizadasno Banco de Leite Humano, na internação da Pediatria, bem como noalojamento conjunto e Neonatologia, em regime de rodízio. Cada aula prática terá grupo de dez participantes para cada tutor.

Segundo a chefe do Neps, Marília Matos, espera-se que, ao final do curso, os profissionais de saúde possam aprimorar o cenário de atendimento. “Trata-se de um curso muito importante, pois os servidores estarão capacitados a promover a amamentação, auxiliando as mulheres a superarem uma série de obstáculos à amamentação bem-sucedida, melhorando o tratamento tanto da mãe quanto do bebê e aumentando cada vez mais a prevalência do aleitamento materno”, concluiu.