Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
1/10/13 às 19h32 - Atualizado em 30/10/18 às 15h08

DF deve ganhar mais um hospital de ensino

COMPARTILHAR

Técnicos dos Ministérios da Saúde e Educação avaliam HRT

O Hospital Regional de Taguatinga (HRT) recebe nesta terça e quarta-feira (01 e 02) a visita de técnicos dos Ministérios da Saúde e Educação, para avaliar a certificação de Hospital de Ensino.

O objetivo da inspeção é verificar se a unidade está apta a formar profissionais de saúde, produzir conhecimentos científicos e fomentar a atenção à saúde oferecida, bem como, promover a integração dos servidores com o Sistema Único de Saúde (SUS) e a gestão hospitalar.

A comissão julgadora avaliará o espaço físico, processo de ensino, aprendizagem e pesquisa, gestão e atenção, visão do usuário (paciente e aluno), qualidade do atendimento, resolutividade e tempo de espera para consultas.

“Temos certeza de que todo esse esforço se refletirá na melhor capacitação dos profissionais de saúde. Será um grande avanço na qualidade de atendimento ao paciente, pois, assim, ele terá uma assistência melhor, com a técnica mais humanizada.”, disse a residente em Enfermagem, Karla Gonçalves.

Atualmente, no HRT há dois programas de residência. Um composto por 109 residentes, em quatro níveis de atuação (R1, R2, R3 e R4), sendo que cada nível corresponde ao ano de aprendizado. O outro é de residência de enfermagem, que conta com 23 pós-graduandos, dividido em dois anos de estágio (R1 e R2). Em ambas as residências, estão contempladas as especialidades de clínica médica, ortopedia, nefrologia, neonatologia, entre outras.

“Na residência, a cada instante somos avaliados e orientados por profissionais da mais alta competência, que nos ensinam a aprimorarmos os nossos conhecimentos, o que traz um benefício enorme para o paciente. Eu, assim como inúmeros profissionais, esperamos ver o HRT como hospital de ensino, em breve.”, declara a residente Merceane Medeiros.

Para o coordenador Geral de Saúde de Taguatinga, Otávio Augusto de Siqueira, a validação do HRT em hospital de ensino é mais uma forma de promover qualidade no atendimento aos pacientes, bem como, motivar os profissionais a se especializarem cada vez mais.

“A certificação de Hospital de Ensino para o HRT vai auxiliar na promoção de pesquisa científica, com estudos de caso, que se refletirá diretamente nas possíveis descobertas de novos tratamentos de patologias. Além disso, o hospital receberá mais investimentos financeiro, que dará aporte à compra de equipamentos de ensino, pesquisa e melhorias estruturais,” afirma o coordenador.

Claudete Nascimento e William Rodriguez

Leia também...